Índice de quedas no hospital

As quedas dentro do hospital podem causar diferentes lesões, desde pequenos hematomas até fraturas, provocando dor adicional e muitas vezes prologando as internações. Como a maioria das quedas é evitável, o Sabará monitora esse índice com extrema atenção para adotar as medidas necessárias para preveni-las.

 

Como nós medimos

Registramos todas as quedas que ocorrem no hospital e provocam qualquer tipo de dano aos pacientes. O índice relaciona o número de quedas com o total de dias em que todos os pacientes permaneceram no hospital (pacientes-dia). A taxa considera o número de quedas por 1.000 dias.

 

Nossos resultados

O que estamos fazendo para melhorar

Todos os pacientes pediátricos são considerados em risco de queda, e estratégias simples de prevenção devem ser implementadas para garantir que o risco de lesão/dano seja minimizado. O Sabará mantém um ambiente seguro e medidas-padrão de segurança são implantadas para todos os pacientes, independentemente do risco identificado, o que inclui: alocação da criança em instalação apropriada (cama ou berço), conforme sua idade; manutenção dos leitos em posição baixa com as rodas travadas e grades elevadas; iluminação adequada e orientação dos familiares sobre práticas seguras.

Além disso, todas as crianças são submetidas a análise de risco de queda na avaliação inicial e diariamente, durante todo o período de internação. As crianças com maior risco de queda são identificadas com uma pulseira vermelha, para que todos os cuidadores, assim como seus responsáveis, estejam em constante alerta para evitar situações de risco.

 

Autor: Demetrius Paparounis - MTB: 21.687

Atualizado em: 14/2/2019