Centros de Excelência e Serviços / Programa de Cardiopatias Congênitas

Conceitos e definições fundamentais

O que é cardiopatia congênita?

Cardiopatia Congênita é qualquer anormalidade na estrutura do coração e grandes vasos que ocorre devido a uma alteração no desenvolvimento do coração nas primeiras 8 semanas de gestação, período onde o coração do bebê é formado.

Existem diversas cardiopatias congênitas, muitas delas graves e com necessidade de intervenção imediata, logo após o nascimento, enquanto outras são descobertas apenas na idade adulta. Algumas cardiopatias apresentam resolução espontânea, enquanto outras podem ser resolvidas através do procedimento hemodinâmico, mais conhecido como cateterismo. A cirurgia cardíaca é  ainda a opção para muitas das Cardiopatias, principalmente naquelas consideradas complexas e onde mais de um procedimento é necessário. O diagnóstico precoce interfere ativamente no impacto que a evolução natural da doença pode causar no indivíduo afetado, pois existem algumas cardiopatias que quando não corrigidas podem reduzir drasticamente a qualidade de vida do indivíduo. Saiba mais.

 

 

 

 

 

Sinais e sintomas das Cardiopatias Congênitas

Recomenda-se observar:

  • se a criança larga várias vezes o peito ou a mamadeira durante as mamadas
  • se respira com dificuldade e parece cansada
  • suor intenso, principalmente na cabeça
  • unhas e lábios com a cor azulada (roxinha)
  • dificuldade para ganhar peso
  • inchaços
  • irritabilidade
  • palidez
  • respiração acelerada, com ou sem esforço
  • facilidade de pegar infecções pulmonares
  • sopro no coração

 

Autor: Dra. Grace Bichara - CRM: 101325

Atualizado em: 21/3/2018