Centros de Excelência e Serviços / Programa de Cardiopatias Congênitas

Histórias marcantes

Bom dia, meu nome é Cisleide, sou mãe do paciente Bruno Henrique.
Bruno nasceu com Tetralogia de Fallot, não foi diagnosticado na gestação, também não foi no parto, tivemos alta com tudo nota 10, porém Bruno mamava de 1 em 1 hora ficava todo molhado de suor,eu sentia seu batimento diferente e isso me fez ficar preocupada mas ele não tinha nenhum tipo de sintoma.
Levamos ele na primeira consulta do 7 dia, a pediatra disse que ele tinha um sopro e que era muito comum e que 99% dos casos fecha sozinho.
Mas não fiquei satisfeita com a profissional e procurei outro, não era normal ele mamar de 1 em 1 hora, fui em outro pediatra esse falou o sopro dele é bem mais forte do que eu costumo ouvir, então pediu um ecocardiograma .
Na hora do exame o médico disse, seu filho é cardiopata, nossa perdi o chão fiquei sem ar, chorei mas tive que ser forte ,além do meu bebê ser totalmente dependente ainda teria uma doença logo no coração um orgão tão delicado e tão pequeno tão vital ……..
Perguntei pro médico qual era a cardiopatia, ele disse que não poderia dar diagnostico pois não era o médico do Bruno .
Comecei a procurar cardiologista pediátrico (difícil, tem poucos ) passei em 4 que me deixaram mais confusa do que tudo, até que encontrei o doutor Daniel .
Foi no minimo estranho ele auscultou o coração do Bruno e olhou pra mim com cara de espantado kkkk , nossa ele realmente se assustou com que ouviu.
As palavras dele foram (Cara que barulho é esse nesse seu coração ) sentamos e começamos a conversar , mostrei o eco do Bruno e ele disse ok vou precisar que você faça com um especialista cardiologista pediátrico, e quando você voltar vou te falar com certeza qual é a cardiopatia dele, enquanto isso quero que você mande manipular a medição (propanolol ).
Fui fazer o exame (ecocardiograma) com a médica que ele indicou Maria Fernanda, ela foi um amor mas também não acreditava no que via durante o exame (ficou assustada também kkk) disse quando vc tem retorno com o Doutor Daniel, disse daqui um mês, ela respondeu de forma alguma você precisa voltar com ele o quanto antes …..
Fiquei desesperada mas firme .
Voltei no dia seguinte no consultório do doutor ele literalmente desenhou pra mim a cardiopatia do Bruno ( Tetralogia de Fallot )
ai, ai, ai, cabelos em pé e coração na boca era realmente muito serio .
Começamos á monitorar o Bruno de perto todo mês exames e consultas .
Até que chegou o dia que ele me encaminhou para o cirurgião.
Bruno estava com 6 meses.
Fomos conhecer nosso 2 anjo da guarda Doutor Moise Dalva, um profissional fantástico e um ser humano maravilhoso.
Ele ficou com a gente 2 horas olhou todos os exames examinou o Bruno e também ficou surpreso com o que estava vendo.
Todos ficavam surpresos porque o Bruno não era roxo e tinha ganhado peso tinha crescido, normalmente crianças com tetralogia de fallot são roxas bem magras e não cresce pois falta oxigênio pra desenvolver .
Marcamos a cirurgia pro pra 2 Meses ,mas tivemos vários contra tempos.
Bruno foi internado no dia 02/02/2017 e fez a cirurgia no mesmo dia, foram 10 horas na sala de espera meu coração estava desesperado que demora era aquela sem notícias.
Bom chegou o doutor Moise exausto tb depois de 10 horas era pra estar mesmo…
Disse foi tudo bem o Bruno é muito forte e se comportou muito bem porém o coração dele estava muito debilitado, tinha muita musculatura enrijecida e não conseguimos fechar os furos , mas corrigimos as valvulas e tiramos toda a musculatura enrijecida.
Vamos esperar uns 6 meses e faremos outra cirurgia pra fechar os furos .
Fomos pra quarta da UTI no quinto andar do Sabará foi onde conheci nossa 3 anjo da guarda a Doutora Grace ,uma profissional maravilhosa e um ser humano fantástico uma leoa com seus pacientes e uma amiga para seus pais .
Ela cuidou do Bruno como se fosse seu próprio filho foram muitas intercorrências ele teve tudo que poderia ter de complicações pós operatório.

 

Conte também a sua história relacionada ao Centro de Doenças do Coração do Sabará: