Centros de Excelência e Serviços / Núcleo de Cranioestenose e Assimetrias Craniofaciais

Núcleo de Cranioestenose e Assimetrias Craniofaciais

Cranioestenose ou craniossinostose é uma deformidade progressiva da cabeça do lactente, que ocorre pelo fechamento precoce de uma ou mais suturas cranianas – articulações fibrosas que estabelecem ligações entre os ossos do crânio e da face. A assimetria craniana ou os formatos anormais da cabeça, que pioram com o passar dos meses, são os principais sinais de cranioestenose.

As causas estão associadas a fatores genéticos (mutações genéticas específicas) e às condições do desenvolvimento intrauterino. Existem duas formas, as cranioestenoses simples e as sindrômicas, como a síndrome de Crouzon, síndrome de Apert e síndrome de Pfeiffer. A maior parte dos casos não são sindrômicos e a incidência é de um paciente a cada 2.500 crianças nascidas vivas.

Autor: Dr. Fernando Gomes Pinto - CRM: 90797

Atualizado em: 20/6/2018