Centros de Excelência e Serviços / Programa Avançado de Reabilitação Intestinal

Aversão oral

A aversão oral é a incapacidade dos pacientes com insuficiência intestinal de aceitar a alimentação pela boca. Este é um dos problemas que mais preocupa os pais. Estas crianças muitas vezes não tiveram o estímulo oral apropriado para a idade e a fase de desenvolvimento, e em geral suas experiências com a oferta oral são negativas, com sonda, tubos e exames desconfortáveis, que geram medo, dificultando a ingesta oral. É importante que a criança tenha um acompanhamento voltado ao desenvolvimento desta habilidade como parte do seu cuidado multiprofissional.

Algumas medidas podem ser tomadas na intenção de prevenir ou minimizar a aversão oral, tais como manter uma estimulação oral e facial positivas mesmo quando o aporte nutricional pela boca não é significante, por exemplo fornecendo um mínimo de dieta oral e chupetas e brinquedos para estimulação.

Ter rotinas familiares de refeições, como café da manhã, almoço e jantar, além de pequenos lanches saudáveis e apropriados entre as refeições, também pode colaborar, lembrando que outras distrações como eletrônicos, devem ser desligados nestes momentos.

Permita que a criança descubra a comida, coma com as mãos se quiser, tente colocar na boca sozinha. Despertar a curiosidade sobre o alimento pode estimulá-la a prová-lo.

E lembre-se: cada criança tem um tempo, tente não demonstrar frustração ou ansiedade, permita que o momento da refeição seja prazeroso e de descobertas, e aos poucos a aceitação alimentar irá evoluir.