Sabará realiza cirurgias com segurança

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) revisou a instrução normativa que impedia a realização de cirurgias eletivas antes do dia 31 de maio, o que foi chancelado pela Associação Médica Brasileira. Com isso, as cirurgias podem ser agendadas normalmente antes dessa data. A medida é de extrema importância para que os pacientes que precisarem de procedimentos cirúrgicos não deixem de fazê-los neste período.

Entre nossos pacientes, estão crianças com doenças graves e complexas, doenças crônicas, portadores de cardiopatias, neuropatias e outras condições que necessitam de acompanhamento e cujas consultas e procedimentos não devem ser protelados. Para manter a segurança dos pacientes neste momento de pandemia, o Hospital revisou todos os fluxos e processos, atendendo separadamente pacientes com sintomas respiratórios e aqueles que não têm estes sintomas.

Até o momento, o público infantil parece ser menos suscetível a desenvolver sintomas graves de Covid-19. Por ser um hospital exclusivamente pediátrico, o Sabará não tem um número relevante de casos confirmados da doença.

De qualquer maneira, o Hospital destinou setores de internação específicos a casos suspeitos de Covid-19, todos em isolamento de contato, aerossol e quarto individual.

Veja o fluxo do paciente cirúrgico no Sabará

No centro cirúrgico, há fluxo definido para pacientes com suspeita da doença ou contactantes de casos suspeitos, a fim de manter estes pacientes em sala exclusiva, e não haver cruzamento com outros pacientes.

Todas as equipes estão orientadas e treinadas quanto ao uso de equipamentos de proteção, práticas de higienização das mãos e desinfecção do ambiente.

Além de todos os protocolos já desenvolvidos durante a pandemia para garantir a segurança dos pacientes, criamos também um kit com equipamento de proteção individual que será enviado à casa do paciente antes da cirurgia, para que o mesmo chegue ao Hospital devidamente protegido, de máscara. Também realizaremos o exame de Covid-19 em todos os pacientes com cirurgia agendada, dois dias antes da data do procedimento.

Dessa forma, visamos atender as necessidades de nossas crianças deixando as famílias tranquilas.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 21/5/2020