Crianças também devem usar máscaras

Já sabemos que ficar em casa e manter a distância de outras pessoas são as melhores formas de prevenção contra o coronavírus. Porém, quando for necessário sair com as crianças, para ir ao médico ou tomar vacina, por exemplo, o ideal é colocar uma máscara – tanto nos adultos, quanto nas crianças acima de dois anos.

A máscara não é apenas uma forma de proteger o seu filho, é uma maneira responsável de proteger toda a comunidade. Isso porque muitas pessoas têm Covid-19 sem apresentar sintomas. Usando a máscara você evita que seu filho pegue a doença e também que passe a doença para outras pessoas.

Em geral, a recomendação é utilizar nas crianças as máscaras simples, feitas de tecido. Para as imunossuprimidas, que estão em tratamento com quimioterapia, por exemplo, pode ser necessária uma proteção ainda mais eficiente.

Pode não ser fácil convencer uma criança a ficar com a máscara no rosto. Por isso, tenha uma conversa sobre a sua importância. Tornar este hábito normal, com os adultos usando até dentro de casa, de vez em quando, pode ajudar para que as crianças se acostumem e sigam o seu exemplo. Outra dica é brincar com máscaras em bonecas e bichos de pelúcia e desenhar personagens usando o acessório.

Para bebês e crianças menores de 2 anos não se recomenda o uso da máscara porque ela pode ser perigosa. O mesmo vale para crianças com necessidades especiais, que fiquem muito angustiadas com o uso da máscara ou quando o seu uso representa risco.

Ao colocar uma máscara no seu filho, preste atenção nestes detalhes:

 

  • Ela precisa cobrir boca e nariz;
  • Precisa estar justa e confortável;
  • Precisa ser lavada após cada uso;
  • Segure pelas alças na hora de retirar e de colocar;
  • Não deve ser tocada enquanto está no rosto. Se o fizer, lave as mãos;
  • Lave as mãos antes de colocar a máscara e depois de tirá-la.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 03/6/2020