Sabará conta com “Caçadores de Monstros”

Bacterino, Poeiruda, Germinha e Sujeirito são os novos personagens presentes pelos corredores do Sabará Hospital Infantil. Estampados nos uniformes e nos carrinhos da equipe de limpeza da Sodexo On-site Brasil, empresa responsável pelo serviço de higienização no Hospital, os monstrinhos surgiram para conscientizar sobre o controle de infecção hospitalar de maneira alinhada às estratégias de humanização do Sabará.

Em um hospital onde todas as paredes trazem ilustrações, o raio X parece uma astronave, o chão é colorido e os berços estampados, fazia todo sentido que esta equipe também deixasse os uniformes tradicionais de lado e entrasse na imaginação das crianças.

Foi criado, então, o conceito “Caçadores de Monstros”, pela equipe da Sodexo. O planejamento e processo de implementação do projeto levou cerca de um ano. Os monstrinhos escolhidos são os principais agentes de infecções – sujidade, bactérias, germes e poeira, que causam danos e podem ser prejudiciais aos pacientes. Todos eles têm uma personalidade diferente: o Bacterino, por exemplo, pode se esconder em vários lugares, mas a equipe não deixa ele entrar. Já a Germinha quer sempre criar confusão, mas os auxiliares de limpeza estão preparados para evitá-la.

 

Nova parceria

A Sodexo é parceira do Sabará Hospital Infantil no ramo de alimentação desde 2014. Em fevereiro deste ano, começou também a prestar serviços de facilities, com foco na área de higienização hospitalar. A nova parceria promete diversos benefícios para os pacientes do Hospital, como uma maior agilidade na limpeza, graças ao aumento no quadro de funcionários e sistema integrado, uso de novos equipamentos eletrônicos que garantem mais eficiência nos processos, abastecimento dos fraldários com lencinhos umedecidos, utilização de materiais e produtos de última geração. E, ainda, a equipe também passou a contar com dois manutencistas.

Além disso, será implementado um “teste de luz negra” nos apartamentos, que permite verificar se os mesmos foram efetivamente limpos ou se há espaços cuja limpeza precisa ser melhorada.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 12/3/2019