Uso do canabidiol é tema de vídeo

A Fundação José Luiz Egydio Setúbal, da qual faz parte o Sabará Hospital Infantil, lançou esta semana em seu canal do Youtube um vídeo sobre o uso do Canabidiol. A produção integra uma nova série de atualidades do canal Saúde da Infância, que trará assuntos sensíveis, que estão sendo discutidos agora na nossa sociedade e que há pouca informação de qualidade disponível.

“Estamos incluindo na programação do canal vídeos que esclareçam temas polêmicos e que estejam na pauta do dia da nossa sociedade. Sempre com o intuito de informar, a partir de um embasamento científico”, explica o Dr. José Luiz Setúbal, presidente da Fundação.

O Canabidiol é uma substância derivada da Cannabis sativa e é utilizado para tratamento de epilepsia refratária. A liberação para uso no Brasil aconteceu em 2014, mas cada paciente precisa de uma autorização da ANVISA para sua importação.

No vídeo, o neuropediatra do Sabará, Dr. Carlos Takeuchi, fala sobre o tema polêmico e esclarece seus usos e benefícios. “É muito difícil a gente separar um produto derivado do que o ‘maconheiro’ usava de uma substância legal, com potencial uso médico. Este é o primeiro grande tabu”, diz o Dr. Takeuchi, que passou a receitar o medicamento a seus pacientes há cerca de dois anos, após pesquisas publicadas e evidências científicas de seus bons resultados.

“O Canabidiol é apenas um dos compostos da Cannabis, não causa os efeitos alucinógenos. Uma máquina extrai exatamente o composto que vai trazer o efeito terapêutico”, explica Ana Paula Meneses, farmacêutica que também ajuda a elucidar a questão no vídeo.

As famílias de dois pacientes em uso do medicamento também mostram a sua visão do tema. No caso da paciente Rafaela, de 2 anos, que tinha 20 a 25 crises de epilepsia por dia, após iniciar o uso do medicamento passou a ter cerca de cinco crises. O vídeo fala ainda sobre os perigos dos produtos artesanais encontrados no mercado.

 

Assista ao vídeo completo:

 

 

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 10/10/2019