Centros de Excelência e Serviços / Programa de diagnóstico precoce da surdez

Jornada do paciente

Quando a criança apresenta falha na triagem auditiva neonatal na maternidade (teste da orelhinha ou emissões otoacústicas) ele deve refazer o exame em 15 a 30 dias. Se neste segundo exame, a alteração persiste, ele recebe um encaminhamento para realização de um exame de BERA com sono natural para confirmação da perda auditiva. O exame é realizado no centro de excelência do Hospital Sabará por uma audiologista. A família pode agendar diretamente a realização do exame, ou se preferir, pode agendar uma consulta com médico otorrinolaringologista para tirar dúvidas sobre o exame e se realmente é o melhor exame a ser feito naquele momento. Esta avaliação inicial pode ser feita por telemedicina para maior comodidade e segurança do bebê e da família.

Se neste exame de BERA confirmar a perda auditiva, o bebê é encaminhado para uma avaliação médica presencial para concluir o diagnóstico e instituir o tratamento o mais precocemente possível. Na maioria das vezes é realizado um segundo exame de BERA com 6 meses de idade com sedação para complementar o exame realizado com sono natural e não deixar dúvidas quanto ao tipo e gravidade da surdez.