10 coisas que os pais devem saber antes de ir ao pronto-socorro

Milhões de crianças visitam os prontos-socorros todos os anos no Brasil. Os dados mais fidedignos são dos Estados Unidos, onde esse número chega perto de 30 milhões e apenas 1 em 6 crianças é atendida em um departamento de emergência pediátrico! Por esses e outros motivos preparamos dicas para ajudar pais e responsáveis a saber o que esperar e estarem melhor preparados quando chegar essa hora.

  1. Planeje com antecedência para onde iria se necessário fosse e considere um departamento de emergência pediátrico.

Em uma emergência grave, você deve sempre ir para ao serviço de urgência mais próximo. Você sabe onde é o serviço de urgência pediátrica mais próximo?

  1. Ligue para o seu pediatra primeiro sempre que possível.

Se você puder entrar em contato com o consultório do pediatra, faça isso. Eles podem indicar pelo telefone quando precisa ir ao pronto-socorro. Em alguns casos até avisar com antecedência e dizer à equipe de emergência que espere por você.

  1. Trate seu filho em casa.

Não há problema em dar ao seu filho medicamentos para sintomas simples como febre, dor e até vômitos (sempre seguindo orientação médica) antes de ir para o pronto-socorro – o remédio fará uma grande diferença e, muitas vezes, torna o processo de exame muito mais fácil. Lembre-se de tomar nota do nome do remédio, dosagem e horário que você o deu a seu filho, pois será uma das primeiras perguntas que você responderá no pronto-socorro.

  1. Fique calmo e diga ao seu filho o que esperar.

Quando você entra em pânico, o nível de ansiedade do seu filho aumenta. Para muitas crianças, a ansiedade sobre o que vai acontecer é pior do que a dor real. As crianças de todas as idades olham para os pais em busca de tranquilidade, por isso é importante manter a comunicação. Seja honesto, mas também use uma forma de comunicação sensível à situação e à idade do paciente. Deixe seu filho saber que todos estão lá para ajudar!

  1. Deixe os irmãos em casa.

Evite levar os irmãos ao pronto-socorro com você. Dessa forma, você pode se concentrar nas necessidades do seu filho doente e seus outros filhos não precisarão suportar o tempo de espera. Observe que você precisará ficar com seu filho durante toda a sua estadia no hospital.

  1. Trazer o histórico médico de seu filho.

É sempre uma boa ideia ter as seguintes informações prontamente disponíveis:

  • Alergias conhecidas;
  • História médica e cirúrgica passada;
  • Lista de medicamentos atuais;
  • Contato do pediatra que o conheça e seja sua referência.
  1. Um item de conforto pode ajudar.

Se o seu filho precisa de um pequeno item especial para descansar ou se sentir à vontade, não hesite em trazê-lo. Um brinquedo, um cobertor, um livro etc., podem ajudar a tirar a mente do seu filho deste lugar desconhecido, diminuindo seu nível de estresse e ansiedade.

  1. Pronto-socorro não atende em ordem de chegada.

Entenda que pode haver “boas razões” para esperar no pronto-socorro. Os pacientes mais doentes são vistos primeiro. Esperam mais aqueles que têm menor risco de piorar. Além disso, dependendo de como o seu filho está doente, ele pode precisar de exames, o que pode aumentar o tempo de estadia no PS.

  1. Você é quem melhor conhece seu filho: fale!

Como responsável, você é o melhor intérprete das necessidades de sua criança. Se você acha que seu filho está com dor, diga! Não tenha medo de fazer perguntas e seja paciente. Você e seu filho conhecerão muitas pessoas diferentes – o pronto-socorro é uma equipe multidisciplinar. Todos têm o mesmo interesse na melhora da criança e não há porque não alinhar os discursos de maneira lógica e tranquila.

  1. Acompanhamento com seu pediatra.

Após a visita ao pronto-socorro, ligue para o consultório do pediatra e informe-o sobre o diagnóstico. Sugerimos até tirar uma foto de nossa receita e enviar para o colega. Muitas vezes, seu pediatra pedirá para ver seu filho para um exame de acompanhamento. Em caso de necessitar um especialista na área infantil, seu médico pode contar com o apoio dos nossos profissionais do Centro de Excelência.

 

Quer saber mais sobre nosso pronto socorro pediátrico? Baixe o aplicativo na App Store ou Play Store.

 

Fonte: www.healthychildren.org

Autor: Dr. Felipe Lora - CRM: 112895

Atualizado em: 29/11/2018