Visão geral

O exame de líquor (líquido cefalorraquidiano – LCR), que serve para auxiliar no diagnóstico ou acompanhamento de doenças como meningite, é feito no Sabará Hospital Infantil seguindo uma lista de protocolos para proporcionar ao paciente a sensação de acolhimento.

O procedimento, que é feito por meio de punção na região lombar, é sempre realizado por médico especialista com treinamento e experiência nesse procedimento. O tempo de realização é variável, não durando mais que alguns minutos. O risco de complicações é muito pequeno, especialmente quando bem indicado e realizado por médicos experientes, como é o caso dos profissionais do Sabará.

O LCR está em contato direto com o cérebro e a medula, por isso a análise desse líquido é mais eficaz do que uma análise do sangue do paciente. A questão é que, para obter uma amostra de líquor, é imprescindível um aparato profissional mais complexo do que aquele necessário para realizar a coleta de uma amostra do sangue, já que a punção liquórica é procedimento médico e a coleta de sangue não. Isso requer conhecimento especializado da anatomia das estruturas da coluna vertebral e profunda compreensão das condições subjacentes do cérebro e da medula. Daí a importância de poder contar com uma equipe médica focada nesse procedimento.

A coleta e a análise de LCR no Sabará é feita pelo Senne Liquor Diagnóstico, um serviço médico especializado com mais de 40 anos de experiência.

A empresa destaca-se não só pela experiência e tradição, mas pela atuação humanizada e com total foco no paciente e em sua segurança.

Atua como importante apoio diagnóstico em doenças infecciosas (meningites e encefalites) e oncologia. A análise do LCR está envolvida em todas patologias com possível comprometimento do Sistema Nervoso Central.

Sobre o Líquor

O Líquor, também conhecido como Líquido Cefalorraqueano (LCR), é um fluido corporal estéril e de aspecto muito semelhante à água (límpido e incolor) que ocupa espaço entre o crânio e o tecido cerebral, mais especificamente entre as meninges, denominado espaço subaracnóide. O LCR é uma solução salina muito pura que tem como principal função a proteção mecânica (amortecedor) do tecido nervoso.

Experiência

Realizamos por mês mais de 100 atendimentos relacionados à análise e coleta de LCR aqui no Hospital, especialmente em nosso Pronto-Socorro. É a precisão da realização e dos resultados deste exame que permite aos médicos determinar o melhor tratamento para o seu filho.

As meningites bacterianas, por exemplo, exigem terapia endovenosa com antibióticos, exigindo internação do paciente. Já as meningites virais demandam controle dos sintomas, como dor excessiva, febre, entre outros. Lembrando que o líquor também é fundamental para diagnóstico e terapêutica na Oncologia, especialmente nas leucemias e nos linfomas.

Conheça o time

Os profissionais que atuam na coleta e avaliação do líquor no Sabará formam uma equipe de excelência. Ao todo, prestam serviços mais de 30 médicos habilitados e experientes na realização do procedimento especificamente em crianças. Nosso grupo é multidisciplinar e inclui, por exemplo, neurologista clínico, pediatra e patologista clínico.

Além da formação de excelência, o time tem como foco um atendimento humanizado, voltado a diminuir o estresse comum em situações como essa, que envolve a coleta de líquor. Situação, a propósito, que pode gerar desconforto não só para a criança, mas também para os pais – e estamos atentos a isso. Para lidar com essas questões, nossos profissionais são capacitados para tornar o processo de coleta do líquor, ou LCR, o menos incômodo possível. Além de lançar mão de uma pomada anestésica aplicada no local, os médicos estão ali para oferecer também segurança e acolhimento ao seu filho.

É importante que você saiba que nossa equipe médica está disponível 24 horas para atendimentos de urgência e também para casos não-urgentes, inclusive prestando atendimento no próprio centro cirúrgico se for necessário. As amostras coletadas são encaminhadas para a central do Senne Líquor Diagnóstico, nosso parceiro.

 

Gustavo Bruniera
Diretor Operacional do Senne Liquor Diagnóstico

  • Médico Patologista Clínico;
  • Membro da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial;
  • Membro associado da Academia Brasileira de Neurologia;
  • Pós-Graduando na Unifesp;

Qualidade e segurança

A agilidade e qualidade reconhecidas do Senne Liquor Diagnóstico, que possui acreditação ONA nível de Excelência, auxilia o Hospital a ter o diagnóstico mais completo e confiável de seus pacientes.

A equipe de médicos altamente capacitados para a realização do procedimento traz segurança tanto para os pacientes quanto para o corpo clínico e a enfermagem.

Para o procedimento, são utilizadas agulhas, tubos de armazenamento e transporte desenvolvidos especificamente para a coleta de líquor.

Também usamos anestésico local com pomada, o que reduz o desconforto da criança. Temos essa medida inserida em protocolo, sendo o Sabará Hospital Infantil um dos únicos a agir dessa forma.

Serviço diagnóstico de Líquor em números

O laboratório Senne Liquor Diagnóstico realiza aproximadamente 2.500 atendimentos por mês, aproximadamente 120 atendimentos por mês no Sabará.

 

Fatos 

Quando falamos em estatísticas relevantes nesse segmento do líquor é preciso destacar as doenças infectocontagiosas, especialmente casos de encefalite e meningite. O diagnóstico precoce nesse tipo de doença é fundamental, já que são patologias potencialmente graves, com possibilidade de deixar sequelas, entre outros problemas.

Entre as meningites, as que ocorrem com mais frequência (cerca de 90% dos casos) são as virais, até pelo fato de atualmente existirem vacinas que previnem os tipos bacterianos da doença.

A predominância nos casos virais vem do grupo do enterovirus, mas há também casos de meningite provocadas pelo vírus da herpes, ou até mesmo quando a criança pega caxumba e o problema acaba evoluindo para um processo inflamatório, ou seja, uma meningite.

Quanto às infecções meningocócicas, elas são causadas por um grupo de bactérias chamado Neisseria meningitidis. As formas mais comuns de infecções meningocócicas incluem meningite (infecção das membranas que circundam o cérebro e a medula espinhal) e meningococcemia (infecções do sangue). Como já dissemos, elas não são comuns e podem ser graves.

Os principais sinais e sintomas de meningite são – variando muito de faixa etária – dor de cabeça, febre alta e vômito. No entanto, há casos que não apresentam sintomas.

O tratamento precoce em qualquer caso é essencial, e normalmente nas meningites mais graves (bacterianas), é aplicada a terapia com antibióticos, porém a criança pode necessitar de hospitalização.

O Hospital Infantil Sabará está constantemente trabalhando para prevenir, identificar e tratar meningites, por isso seja assertivo e nos procure assim que suspeitar que seu filho possa estar com a doença.

Informativos para os pais

A coleta pode ser realizada com o paciente sentado ou deitado de lado. A punção será feita na região da coluna lombar e dura poucos minutos. A picada é um pouco incômoda, semelhante a de uma coleta de sangue. É possível que o paciente sinta dor de cabeça ao se levantar, por isso recomenda-se repouso por 24 horas após a punção.

O responsável pelo paciente deverá assinar o Termo de Consentimento Informado, um documento sobre o procedimento que será realizado e sobre suas eventuais complicações, que também inclui autorização para sua execução.
Saiba mais sobre o exame

 

Sobre o líquor

Mais conhecido como líquor ou LCR, o líquido cefalorraquiano é límpido e incolor. Ele está presente dentro do canal vertebral e que envolve o cérebro. O LCR age como uma proteção mecânica e como lubrificante, protegendo o sistema nervoso central de impactos que podem causar qualquer tipo de dano. Também é responsável pelo transporte de metabolitos, neurotransmissores e nutrientes, ajudando na defesa imunitária do sistema nervoso central.

Muitos autores especializados consideram o LCR como a “janela do cérebro”, pelo fato de sua análise ser indicada para o diagnóstico de doenças que prejudicam direta ou indiretamente as estruturas relacionadas ao líquido. É muito útil, principalmente, na investigação e acompanhamento de doenças infecciosas, inflamatórias, degenerativas ou neoplásicas, como meningite e esclerose múltipla etc. A punção liquórica também ajuda no tratamento de algumas patologias por meio de aplicação de medicamento direto no espaço subaracnóide, ou com a drenagem do LCR, chamada de punção de drenagem ou de alívio.

As características do líquor podem mudar de acordo com a doença sofrida pelo paciente. Opalescente ou turva, dependendo da presença ou aumento do número de bactérias, fungos, hemácias e leucócitos. Bilirrubina (substância amarelada, presente na bile), hemácias, hemoglobina, leucócitos ou proteínas podem alterar a cor do líquido.

Compartilhe sua experiência




Condições e tratamentos relacionados

Autor: Equipe Sabará

Atualizado em: 07/8/2017