Visão geral

O serviço de Farmácia Clínica consiste em uma equipe de farmacêuticos que monitora todos os pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva e Unidade de Internação. Faz parte da atividade do farmacêutico a análise da prescrição médica por meio da checagem da indicação do medicamento, da dose (de acordo com a idade e/ou peso do paciente), da via de administração, da compatibilidade e interação medicamentosa (droga X droga/ droga X dieta), da continuidade da terapia (reconciliação medicamentosa), utilizando referências literárias confiáveis, além do acompanhamento das evoluções médicas e dos exames do paciente.

Quando o paciente estiver inserido dentro de critérios estabelecidos, receberá a orientação farmacêutica de dispositivo inalatório e/ ou orientação da alta hospitalar pelo farmacêutico com informações personalizadas para cada paciente.

Formação da equipe

Coordenação de Farmácia: composta por duas profissionais formadas em Farmácia e Bioquímica com pós-graduação nas áreas de administração/gestão e clínica/assistencial.

Atividades principais: são responsáveis por coordenar a equipe de Farmácia (mensageiros, auxiliares administrativos, assistentes de farmácia e farmacêuticos); acompanham as rotinas estabelecidas na Instituição para armazenamento, unitarização, distribuição, preparo e administração de medicamentos, garantindo o cumprimento das políticas, procedimentos e legislações vigentes e gestão do estoque; gerenciam as notificações oriundas de Eventos Adversos ou manifestação do paciente e/ou sua família relacionados ao serviço de Farmácia; coordenam os processos de qualificação de fornecedores e de notificações de Farmacovigilância e Tecnovigilância, fornecendo suporte à Comissão de Farmácia e Terapêutica; participam das comissões multiprofissionais, auditorias internas e externas, atendendo às suas demandas; coordenam as atividades da Farmácia Clínica, garantindo o cumprimento das rotinas estabelecidas e divulgando os dados obtidos; escrituram e acompanham as movimentações dos medicamentos controlados pela Portaria 344/98 em livro de registro específico e mantém os registros da Farmácia atualizados nos órgãos competentes (Conselho Regional de Farmácia e Vigilância Sanitária).

Equipe de Farmacêuticos: composta por 13 profissionais com formação superior em Farmácia, divididos em nível 1, 2 e 3.

Atividades principais: são responsáveis pela avaliação da terapia medicamentosa dos pacientes internados, fornecendo informações técnicas para a equipe multiprofissional; realizam análises das prescrições médicas quanto a regime posológico, interações medicamentosas e medicamentos X nutrientes, ajuste de dose (função renal, hepática e nível sérico), incompatibilidades medicamentosas, estabilidade e indicação terapêutica, de acordo com as bases de dados científicas; realizam orientação e esclarecem dúvidas técnicas com relação aos medicamentos à equipe multiprofissional; promovem educação farmacêutica aos pacientes e equipe multidisciplinar; realizam auditorias de setor e estoque em áreas que possuem medicamentos e materiais; realizam validação de medicamento próprio, de acordo com a política institucional; analisam, solicitam manipulação, recebem e enviam aos pacientes as preparações de QT/antineoplásicos e nutrições parenterais.; participam de visitas multiprofissionais, intervindo quando necessário no cuidado /suporte à equipe.

O que fazemos de diferente

A Farmácia Clínica é uma área da farmácia voltada à prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a promover saúde, seu restabelecimento e prevenção de doenças, fornecendo suporte técnico-científico para toda a equipe multiprofissional e otimizando a terapia medicamentosa individualizada, atuando em conjunto com outros profissionais de saúde visando a efetividade do tratamento.

A infância é a fase onde há maiores riscos de erros de medicação, e os efeitos tendem a ser mais graves neste período, visto que existe uma grande carência de estudos que demonstrem como os medicamentos agem no organismo das crianças.

A criança está em constante desenvolvimento e cada idade reflete formações corporais distintas e órgãos em diferentes estágios de desenvolvimento, tornando esses pequenos pacientes diferentes no que diz respeito aos processos de absorção, distribuição, metabolização e eliminação de medicamentos.

Por isso, características como idade, peso, altura, metabolismo e fase do desenvolvimento em que se encontram são muito relevantes na escolha da melhor terapia medicamentosa.

A equipe de farmacêuticos clínicos do Sabará Hospital Infantil está preparada para atender todas as especificidades do público infantil, acompanhando a terapia medicamentosa e prestando todo o suporte para a equipe multiprofissional.

 

Fluxo de Drogas de Alta Vigilância

O Sabará é certificado pela metodologia Joint Commission Internacional desde 2013.

Essa metodologia é alicerçada em metas internacionais de segurança do paciente, sendo uma delas relacionada a drogas de alta vigilância (medicamentos com um potencial maior de causar danos aos pacientes).

Em função disso, o Sabará possui um fluxo diferenciado para esses medicamentos.

Conheça o time

A equipe da Farmácia é composta por uma supervisora, 13 farmacêuticos, 43 assistentes de farmácia, três mensageiros e um auxiliar administrativo

Equipe

Anahi Ayalla César Bassi

Supervisora de Farmácia UI e UTI

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Nove de Julho; Especialista em Atenção Farmacêutica e Farmacoterapia Clínica pelo Instituto de Pós-Graduação; Especialista em Administração Hospitalar pelo Centro Universitário São Camilo; possui cursos complementares nas áreas de liderança de pessoas, acreditação internacional, gestão de risco, cuidados em saúde, mapeamento e gestão de processos; atua na área de farmácia hospitalar há 10 anos, com experiências anteriores nas áreas de manipulação de fármacos e mercado varejista farmacêutico.

 

Mariana Sanches Henrique

Farmacêutica I

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Nove de Julho. Possui cursos complementares em Cálculos Utilizados na Dispensação e Manipulação Farmacêutica e Controle de Qualidade Aplicado a Insumos Farmacêuticos; atua na área da farmácia hospitalar há 6 anos, com experiências anteriores no mercado varejista de medicamentos.

 

Daniele Vecchia Dionato

Farmacêutica I

Graduada em Farmácia pelo Centro Universitário de Votuporanga – UNIFEV; Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência pela Casa de Saúde Santa Marcelina; Cursando Pós Graduação em Saúde Pública pela Universidade Católica Dom Bosco; possui cursos complementares em Interações Medicamentosas; Ensino, Pesquisa e Extensão; Análises Clínicas e Farmácia Clínica; atua na área de farmácia hospitalar há 3 anos, com experiências anteriores nas áreas de atenção básica a saúde e mercado varejista farmacêutico.

 

Daniele Aparecida da Silva

Farmacêutica II

Graduada em Farmácia pela Universidade Nove de Julho; atua na área de farmácia há 2 anos, com experiências anteriores nas áreas de manipulação de fármacos e atendimento ao cliente em laboratório farmacêutico.



Rafael Portugal de Lima

Farmacêutico II

Graduado em Farmácia pela instituição Universidade de Mogi das Cruzes; pós-graduando em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade; possui cursos complementares na área de educação continuada e intervenção farmacêutica em disfunção renal e cálculos farmacêuticos; atua na área de farmácia há 4 anos.

 

Ana Paula Pereira de Meneses

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Nove de Julho; Especialista em Atenção Farmacêutica e Farmacoterapia Clínica pelo Instituto de Pós-Graduação;  possui cursos complementares na área de farmacologia aplicado ao uso de medicamentos e uso racional de medicamentos; atua na área de farmácia há 8 anos, com experiência em outras instituições de saúde na área de pediatria e na área de manipulação de medicamentos especiais e nutrição parenteral.

 

Ailton Ermelino da Silva Junior

Farmacêutico III

Graduado em Farmácia pela Universidade Camilo Castelo Branco; Especialista em Administração Hospitalar pelo Centro Universitário São Camilo; Pós-Graduando em Farmácia Clínica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; possui cursos complementares na área de oncologia, fisiopatologia da dor e suporte básico de vida; atua na área de farmácia há 6 anos, com experiências anteriores no mercado varejista farmacêutico.

 

Carolina Fernandes Talioli Coelho

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia pela Faculdade de Medicina do ABC; Especialista em Farmacologia Clínica pela Universidade Gama Filho; possui curso complementar na área de prática clínica farmacêutica em unidade de terapia intensiva; atua na área de farmácia há 5 anos, com experiência em outras instituições de saúde na área de pediatria.

 

Cláudia Csizmar Carvalho

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo; Especialista em Atenção Farmacêutica e Farmacoterapia Clínica pelo Instituto de Pós Graduação; possui curso complementar na área de oncologia e função renal; atua na área de farmácia há 7 anos, com experiência em outras instituições de saúde.

 

Juliana Mucedola Longo

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela Universidade de São ; Especialista em Farmácia Clínica em Terapia Intensiva com Residência Multiprofissional pelo Hospital Israelita Albert Einstein; possui curso complementar na área de terapia antimicrobiana e prescrição farmacêutica; atua na área de farmácia há 4 anos, com experiência em outras instituições de saúde na área de unidade de terapia intensiva.

 

Paola Colaneri Donaire

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia pela Universidade Camilo Castelo Branco; Especialista em Farmacologia Clínica pela Faculdade Oswaldo Cruz; possui cursos complementares em fisiopatologia da dor e aplicação de injetáveis; atua na área de farmácia há 11 anos, com experiências anteriores no mercado varejista farmacêutico.

 

Thaís Alves Lopes

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia pela Universidade Nove de Julho; Especialista em Farmácia Hospitalar pelo Serviço Nacional de Aprendizado Comercial – SENAC; pós-graduanda em Farmácia Clínica pelo Instituto de Pesquisa e Educação em Saúde de São Paulo; possui curso complementar nas áreas farmacovigilância, farmacologia e humanização hospitalar; atua na área de farmácia há 9 anos, com experiência em outras instituições de saúde e no mercado varejista farmacêutico.

 

Thiago Alves Souza

Farmacêutico III

Graduado em Farmácia pelo Centro Universitário São Camilo; Especialista em Farmacologia Clínica pela Faculdade Oswaldo Cruz (2015); possui cursos complementares na área de cuidados farmacêuticos na pediatria; atua na área de farmácia há 4 anos, com experiência em outras instituições de saúde na área de pediatria.

 

Sara Regina Alves dos Santos

Farmacêutica III

Graduada em Farmácia Generalista pelo Centro Universitário São Camilo; Especialista em Farmácia Clínica e Hospitalar pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo; Especialista em Farmácia Oncológica pelo Instituto de Pesquisa e Educação em Saúde de São Paulo; Especialista em Farmácia Clínica Direcionada à Prescrição Farmacêutica pela AVM Faculdade Integrada; atua na área de farmácia hospitalar há 8 anos.

Qualidade e segurança

Principais indicadores de sucesso

A análise de prescrição pelo farmacêutico é importante, pois é o momento de revisão da terapia medicamentosa do paciente, para que possamos proporcionar um tratamento de qualidade e seguro aos nossos pacientes.

O indicador abaixo demonstra a taxa de prescrições médicas analisadas pelos farmacêuticos clínicos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A meta é que 100% das prescrições sejam analisadas.

Assistência farmacêutica em números

Número de prescrições analisadas em 2016: 18.582

Compartilhe sua experiência




Autor: Equipe Sabará

Atualizado em: 12/2/2018