Adenite Inguinal Supurativa - Hospital Sabará
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Adenite Inguinal Supurativa

Processo inflamatório agudo da região inguinal, de origem bacteriana, acometendo os linfonodos da região, produzindo sintomas de dor local acompanhada de aumento de volume e hiperemia.

No início do quadro, quando há somente o aumento de volume, o tumor pode ser confundido com hérnia inguinal encarcerada ou cisto de cordão espermático, sendo importante o diagnóstico diferencial.

A ausência de vômitos no quadro clínico e a presença de lesões de pele nos membros inferiores, como escoriações ou ferimentos, são indícios de se tratar de adenite. Com a evolução do quadro, a hiperemia e a dor local, seguidas de febre, tornam o diagnóstico clínico mais conclusivo.

A presença de flutuação no local indica processo supurativo. O US da região inguinal identifica a presença de linfonodos aumentados ou uma coleção no tecido subcutâneo.

Tratamento: na fase inicial, está indicado o uso de antibióticos sistêmicos, impedindo a progressão do processo infeccioso. Quando ocorre evolução para formação de abscesso, é necessária a drenagem cirúrgica da secreção purulenta.

Autores: Dra. Fernanda Ghilardi Leão e Dr. Jovelino Quintino de Souza Leão
Fonte: Baseado no texto do autor no livro Manual de Urgências e Emergências em Pediatria
Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier