Especialistas do Sabará Hospital Infantil falam sobre os cuidados com as crianças durante o verão - Hospital Sabará
Especialistas do Sabará Hospital Infantil falam sobre os cuidados com as crianças durante o verão
Notícias

Especialistas do Sabará Hospital Infantil falam sobre os cuidados com as crianças durante o verão

O verão chegou e com ele os cuidados com as crianças precisam ser redobrados.  As especialistas do Sabará Hospital Infantil, Dra. Carolina Contin – dermatologista pediátrica  e Fernanda Rabelo – nutricionista pediátrica, listaram algumas sugestões importantes para que pais e responsáveis possam curtir um momento de lazer de maneira saudável e com segurança nesse verão.

Confira as dicas das especialistas:

Picadas de insetos – Para evitar picadas, Dra. Carolina explica que o repelente deve ser usado a partir dos 6 meses associando aos mosquiteiros nas camas e telas nas janelas.  É importante ler as instruções do produto já que alguns não são indicados para crianças menores de 2 anos. “Alguns repelentes podem ser aplicados sobre a roupa, diminuindo a área de contato com a pele da criança, sendo uma boa estratégia para reduzir o risco de alergias”, explica Dra. Carolina.

Sol – o ideal é que as crianças usem protetor solar mesmo que não seja dia de praia ou piscina, ou seja, até quando estão na escola, no parque ou em outros ambientes ao ar livre. As queimaduras solares não apenas causam dor, como também podem aumentar os riscos de câncer de pele no futuro. Crianças acima de 6 meses já podem usar protetores solares infantis e devem ficar expostas nos momentos de sol mais fraco, antes das 10h ou depois das 16h. O fator de proteção solar dever estar entre 30 e 50 e deve ser aplicado de 20 a 30 minutos antes da exposição solar. Em ambientes abertos, o protetor deve ser reaplicado a cada 2 em ambientes expostos. “Recomendo darem preferência a fórmulas hipoalergênicas e resistentes à água, o que permite a proteção da pele de forma segura e em qualquer situação”, sugere a dermatologista.

Caso os pais se esqueçam de passar protetor e a criança fique queimada podem ser utilizados cremes hidratantes com substâncias calmantes, água termal. Atenção para o banho, que deverá ser morno, e é importante lembrar de aumentar a ingestão de água para evitar a desidratação. Em caso de necessidade de controle de dor, o ideal é procurar atendimento médico.

Alimentação – casos de desidratação e diarreias são comuns nessa época e que podem acontecer por infecção ou por intoxicação alimentar. “A prevenção deve ser feita através da conservação adequada dos alimentos ingeridos e oferta hídrica abundante. Ofereça às crianças frutas ricas em água, como abacaxi, melancia e uva, que hidratam e são fáceis de conservar um uma bolsa térmica”, explica a nutricionista Fernanda.

Os especialistas afirmam que, como uma parte das férias acontecem nesse período de calor é necessário manter o fluxo diário das crianças para que as férias de verão dos pequenos serão super saudáveis e divertidas.

– procure respeitar a rotina das refeições: café da manhã, almoço e jantar;

– é importante que as crianças estejam sempre hidratadas;

– mantenha os sempre alimentado com pequenos lanches;

– fique de olho na digestão. Depois de comer, é bom esperar pelo menos uma hora e meia, uma vez que uma digestão malfeita pode causar náuseas, vômitos e dores abdominais.

 

 

Open chat
Cuidador Virtual