ECMO do Sabará traz excelência e pioneirismo na terapia no Brasil - Hospital Sabará
ECMO do Sabará traz excelência e pioneirismo na terapia no Brasil
Notícias

ECMO do Sabará traz excelência e pioneirismo na terapia no Brasil

Sigla para oxigenação por membrana extracorpórea, a ECMO é uma terapia de suporte circulatório mecânico indicado para pacientes com falência cardíaca e/ou respiratória. Ela é um suporte temporário indicado para quadros reversíveis, dando tempo para que os órgãos do paciente possam se recuperar e voltar a funcionar de forma autônoma.

O dispositivo funciona retirando o sangue do paciente, que se encontra com taxas de oxigenação e gás carbônico inadequadas e devolvendo-o em condições ideais. O Sabará Hospital Infantil possui uma equipe altamente especializada no cuidado da ECMO, com atendimento multidisciplinar, treinamentos recorrentes e acompanhamento a longo prazo da saúde do paciente.

 

Equipe da ECMO do Sabará:

Diretora do Programa: Enfermeira Thais Franco

Diretora Médica do programa: Dra. Beatriz Furlanetto

Co-diretor: Dr. Nelson Kazunobu Horigoshi

Coordenadoras: Dra. Lily Montalván e Dra. Marina Gonçalves Ripardo

 

Em quais casos a ECMO é indicada?

De acordo com a Dra. Lily Montalván, cardiologista e uma das coordenadoras da equipe de ECMO, a terapia é utilizada em casos graves e reversíveis, nos quais a terapia convencional já esgotou as possibilidades terapêuticas.

“Ela pode ser usada após uma cirurgia cardíaca na qual o paciente não recupera a sua função de maneira efetiva. Também pode ser uma terapia de apoio para procedimentos invasivos, garantindo que a criança permaneça estável, como no caso de um cateterismo ou um estudo eletrofisiológico. Outro exemplo são casos de pneumonia grave que comprometem a função pulmonar. Uma outra indicação que também ressalta a importância da ECMO, é nos casos que há espera por um transplante de coração, sendo ponte para tal ou outro dispositivo de longa permanência”, explica ela.

 

Protocolos de neuroproteção em ECMO

A ECMO é um suporte mecânico temporário, no qual a criança pode permanecer alguns dias até meses, neste caso em especial focando na recuperação pulmonar. Nesse tempo, é essencial que a equipe permaneça vigilante para possíveis complicações do tratamento.

Por ser uma terapia usada apenas como último recurso em pacientes graves, é inevitável a possibilidade de sequelas ou complicações em outros órgãos do corpo. É nesse momento que o pioneirismo do Sabará faz diferença: o Hospital possui equipes treinadas para vigiar e se antecipar na busca ativa por tais problemas, cuidando da prevenção antes mesmo que possíveis sequelas apareçam.

“As principais complicações da ECMO costumam ser neurológicas, como tromboses e sangramento no sistema nervoso central e nos locais das canulações. Assim que uma criança é colocada na ECMO, já chamamos a equipe de neurointensivismo, que permanecerá no cuidado fixo desse paciente até a saída da terapia. Precisamos sempre preservar o coração sem esquecer do cérebro e dos demais órgãos. O foco é poder atuar em frentes em que possamos intervir e assim garantir um desenvolvimento neurológico adequado.”, explica a médica.

Entre os exames utilizados no Sabará para a neuroproteção estão rastreios com tomografias de crânio, oximetria cerebral transcutânea (exame que mede o nível de oxigênio do tecido cerebral logo abaixo da pele), eletroencefalogramas contínuos (exame gráfico que analisa a atividade elétrica cerebral) e Doppler transcraniano (exame que mede a velocidade do sangue nas artérias cerebrais e é essencial para detectar possíveis AVCs).

 

Sobrevida dos pacientes e aval da ELSO

A ECMO existe desde 1950 e no Brasil foi aprovada em 2018 pelo Conselho Federal de Medicina. A partir disso, o Sabará se associou à entidade Extracorporal Life Support Organização (ELSO), órgão regulatório internacional que garante padrões de qualidade e protocolos relacionados a essa terapia.

“Nem todos os hospitais que possuem a ECMO estão associados à ELSO, mas consideramos essencial manter padrões globais de qualidade e atendimento de excelência. A partir da ELSO, por exemplo, sabemos que nossa taxa de sobrevivência está alinhada aos demais centros mundiais, o que reforça a nossa excelência!”, explica a Dra. Lily Montalván.

Em 2019, parte do time da ECMO representou o Sabará no Congresso da ELSO, onde o Hospital recebeu a Certificação como centro Silver a caminho da excelência, sendo o primeiro hospital no Brasil a recebê-lo. Este selo de excelência mostra que a Instituição possui educação continuada da equipe de ECMO, além de atender a todas as exigências da ELSO. Em 2022 o Hospital foi novamente certificado em Selo com validade até 2025.

 

A importância do treinamento

Hoje, a equipe conta com 54 ECMO especialistas, entre eles 32 enfermeiros e 22 médicos. A equipe multidisciplinar que participa da ECMO é formada por cardiologistas, intensivistas, neurointensivistas, hematologistas, nefrologistas, nutrólogos e especialistas em cuidados paliativos. Todos os envolvidos participam de uma série de treinamentos, para que saibam cuidar do paciente de forma holística.

“Existe um treinamento anual para a equipe geral que não é especialista em ECMO. Nesse caso, damos um treinamento a equipe como um todo, focado em profissionais que não estão na linha de frente da terapia. Já para os ECMO especialistas, temos dois treinamentos anuais, com aulas teóricas e práticas e simulação de emergência. Além disso, também fazemos mini treinamentos a cada três meses”, explica a Dra. Lily Montalván.

 

Transporte 

Além do pioneirismo em treinamento, sobrevida de pacientes e atendimento da equipe multidisciplinar, o Sabará também é um dos poucos centros do Brasil que oferece o transporte pediátrico de ECMO.

Outro diferencial importante do Sabará é sua expertise em transportes do paciente pediátrico em ECMO. Nessa modalidade, os ECMO especialistas se dirigem ao hospital que não possui a terapia, avaliam o paciente, fazem a canulação e transportam a criança até a Instituição. Esse atendimento pode ser dentro da cidade de São Paulo ou até mesmo interestadual e as remoções podem ocorrer por via terrestre ou aérea.

Tire suas dúvidas pelo nosso Cuidador Virtual