Conheça a história do pequeno Vinícius que após diagnóstico precoce de PTC realizou tratamento no Sabará e já está praticamente de pé - Hospital Sabará
Conheça a história do pequeno Vinícius que após diagnóstico precoce de PTC realizou tratamento no Sabará e já está praticamente de pé
Depoimento

Conheça a história do pequeno Vinícius que após diagnóstico precoce de PTC realizou tratamento no Sabará e já está praticamente de pé

Quando as crianças nascem, é normal se ouvir “olha esse pé parece um pãozinho”. Então, quando os pais descobrem que o bebê pode ter qualquer tipo de problema congênito cria-se receio sobre o desenvolvimento dessa criança. Mas, dependendo do caso e com o tratamento realizado por especialistas, é totalmente possível reverter o quadro.

Esse foi o caso do pequeno Vinicius Cunha Alves. Atualmente, Vinícius está com 10 meses mas já apresentava sinais de PTC no pé esquerdo desde o exame morfológico. Mas só ao nascer, os pais perceberam que ele precisaria de um tratamento rápido, já que tinha os dois pés encurvados.
“Ele é o nosso primeiro filho e quando soubemos sobre todo o tratamento que ele iria passar, para nós foi todo um processo de digerir e entender. Eu fiquei desnorteada, não sabia como seria, nunca tinha visto nada parecido. Então foi muito duro para mim como mãe não poder fazer nada, além de olhar, segurar a mão, tentar amamentar para acalmar. Ficamos sem reação, ainda mais sendo primeiro filho, não sabe como dar um acalento”, explica Jéssyka Leite Cunha Alves.

O PTC – Pé Torto Congênito é uma doença que envolve os ossos, músculos, tendões e, apesar de evidências apontarem para fatores genéticos, a causa do PTC ainda é desconhecida. Porém, quanto mais cedo for feito o diagnóstico mais eficaz se torna o tratamento que deve ser iniciado no primeiro mês de vida.

“Na maternidade já falaram sobre o método PONSETI para o caso dele e, na primeira consulta com pediatra, ela nos indicou o Centro Especializado em Pé Torto Do Sabará Hospital Infantil”, explica a mãe.

Jéssyka contou que foram pesquisar sobre o assunto, já que nunca tinha visto algo parecido na família ou entre os amigos e as conversas com a Dra. Tatiana Guerschman, especialista no Método Ponseti no Brasil e ortopedista do Centro de Excelência do Sabará Hospital Infantil, foram primordiais para a definição do tratamento.

“Assim que o problema for detectado, que acontece normalmente no pré – natal pelo exame morfológico, o bebê deve seguir acompanhamento com um ortopedista pediátrico para a realização do tratamento adequado que é muito eficaz, principalmente se iniciado logo nos primeiros meses de vida. O tratamento é feito com cerca de cinco gessos seguidos de uma pequena cirurgia (tenotomia do tendão calcâneo”, explica a Dra. Tatiana Guerschman, especialista no Método Ponseti no Brasil e ortopedista do Centro de Excelência do Sabará Hospital Infantil, que possui cuidados focados nessa doença.

O pequeno Vinicius realizou todo o processo por meio do método PONSETI. Durante o tratamento no Sabará, ele colocou cinco gessos no pé direito e quatro no pé esquerdo; além disso, realizou a cirurgia no tendão. “A Dra. Tatiana sempre esteve muito prestativa seja para tirar a dúvida ou por alguma necessidade e nos ajudou em todo o processo. A cada gesso que nosso bebê fazia nós pensávamos, agora é menos um. O que nos tranquilizava é que a Dra. Tatiana sempre explicava todo o processo, nos passando bastante segurança. A cada troca, percebíamos a diferença no pezinho entre um e outro”, conta a mãe.

Atualmente, Vinicius está utilizando a órtese e ele tem se adaptado e se desenvolvido como um bebê da idade dele; engatinhando e já ficando de pé.

“A gente foi muito bem recebido no Sabará, eu indico sem pestanejar. As enfermeiras receberam ele com muito carinho”, agradece a mãe.

Agende agora sua consulta pelo nosso Cuidador Virtual