Como deve se alimentar a criança cardiopata? - Hospital Sabará
Como deve se alimentar a criança cardiopata?
Segurança e bem-estar

Como deve se alimentar a criança cardiopata?

Que uma alimentação balanceada é importante, todos sabemos. Mas no caso de crianças cardiopatas ela é ainda mais fundamental para uma boa resposta à recuperação cirúrgica, pós-cateterismo ou tratamento medicamentoso de uso prolongado e diário.

A alimentação correta contribui para evolução do tratamento, recuperação rápida, melhor cicatrização, maior resposta aos medicamentos, crescimento e ganho de peso, menores chances de internação e mais disposição, além de melhor qualidade de vida.

Segundo a nutricionista Denise Pasin Rodrigues Pereira, não há uma restrição alimentar específica para crianças cardiopatas, mas há casos em que pode ser necessária a suspensão de sal, gorduras, excesso de líquidos e alimentos ricos em vitamina K.

No entanto, se não houver essa restrição médica, é recomendável manter uma dieta geral, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para uma alimentação saudável, que inclui o consumo de diversos tipos de alimentos como carne, verduras, legumes, arroz, macarrão, feijão, frutas, leite e derivados, e até mesmo gordura e açúcar para atender às necessidades nutricionais da criança.

No caso dos pacientes cardiopatas, é comum se deparar com a recusa alimentar e o déficit de ganho de peso. Por isso é importante que os pais fiquem atentos para procurarem um profissional nutricionista especializado. Ele poderá individualizar a dieta e trabalhar estratégias para que a criança se alimente adequadamente.

Além disso, dependendo do tipo de cardiopatia, a criança também permanece um longo período em restrição e jejum alimentar. Nesse caso, há uma demanda para a recuperação nutricional com necessidade de intervenção urgente do nutricionista, a fim de garantir que ela cresça e se desenvolva saudavelmente.

Publicado em outubro de 2017

Tags: cardiopatia, alimentação, cardio, cardiopatia congênita, cardiopatias, coração

Open chat
Cuidador Virtual