Atualizações em asma

Durante a primeira palestra foram introduzidos os conceitos sobre a asma leve, sua definição, manifestações clnicas e os devidos cuidados que o pediatra deve ter. Foi citada a mudança na conduta da asma no GINA de 2020 e as novidades quanto os efeitos adversos com o uso do montelucaste. Também foram demonstrados os tratamentos da asma durante as diferentes idades, citando o tratamento com corticoide inalado e b2 agonista. A palestra foi encerrada diferenciando as características da asma intermitente e da asma leve.

A segunda palestra abordou a sibilância de crianças em decorrência de infecções virais e sua correlação com a asma. Tem início apontando como o pediatra pode diferenciar asma e crise de sibilância na criança pequena, mostrando a fisiopatologia do rinovírus na via aérea de crianças saudáveis e de risco. Foram salientados os estudos científicos em que foi demonstrada a associação entre infecção viral respiratória na infância e desenvolvimento de sibilância. Além do rinovírus, o vírus sincicial respiratório, que é o maior responsável pela bronquiolite, também teve em seu enfoque suas relações com o desenvolvimento de asma a longo prazo.

A terceira palestra se refere a asma grave, no qual foi demonstrada a diferença entre os conceitos de asma grave e asma de difícil controle e explicado detalhadamente cada um. Foram mostrados instrumentos para a avaliação do controle de asma e os fatores que levam a asma ser de difícil controle. Para encerrar, é mostrado como tratar a asma grave e a descrição das terapias biológicas.