Sabará está preparado para atender os pacientes durante a pandemia

Desde março, o fluxo de pacientes do Pronto-Socorro do Sabará Hospital Infantil passou por uma mudança importante, separando pacientes com sintomas respiratórios dos demais. A classificação é feita logo na porta de entrada, onde uma técnica de enfermagem oferece máscara e direciona os pacientes com sintomas respiratórios para uma área isolada, instalada no térreo do Hospital desde o início de março.

Dali, quando são chamados pela senha, se direcionam ao balcão de cadastro exclusivo e depois seguem o fluxo de atendimento no primeiro andar.

Já os pacientes sem sintomas respiratórios, recebem uma senha separada na chegada ao Hospital e são direcionados por outro caminho, realizando cadastro, recebendo atendimento e os procedimentos básicos no andar térreo, sem cruzar com os pacientes que têm sintomas respiratórios. Apenas alguns tipos de procedimento, como a sutura e exames de imagem, exigem deslocamento a outro andar do Hospital.

Dessa forma, buscamos proteger os pacientes e proporcionar o atendimento mais eficiente e mais seguro a todos.

 

Centro de Excelência

Nas consultas com os especialistas do Centro de Excelência, são ponderados os riscos e necessidades dos pacientes, com a adoção dos seguintes cuidados:

  • Contato telefônico com pacientes na véspera, confirmando consulta; em caso afirmativo, questionamento de sintomas respiratórios (tosse, febre, dificuldade para respirar). Em caso afirmativo, é sugerido reagendamento futuro. Se negativo, reafirmado que estamos evitando atender doentes respiratórios por precaução;
  • Liberação de apenas um acompanhante por paciente;
  • Alteração na triagem convencional – novo fluxo possui enfermeiras na porta para triar casos respiratórios e entrega de máscara;
  • Estoque de equipamentos de segurança (óculos, aventais e máscara N95);
  • Aumento de espaçamento entre poltronas em todas recepções;
  • Separação de recepções: andar de pacientes respiratórios e andar de pacientes não respiratórios;
  • Aviso em email de confirmação de consulta, reafirmando que “em caso de sintomas respiratórios como TOSSE, FEBRE, DIFICULDADE PARA RESPIRAR a consulta deve ser reagendada para data futura”;
  • Retirada de brinquedos e material para desenho de uso comum.

 

Saiba também como é o fluxo dos pacientes cirúrgicos

 

Treinamento

Desde o início da pandemia, nossos cuidadores vêm sendo informados sobre o novo coronavírus e sobre os protocolos da Organização Mundial da Saúde. Todos receberam treinamento para lidar com casos suspeitos e confirmados, de forma a garantir a segurança de todos os pacientes, profissionais e demais pessoas que circulam pelo Hospital.

 

Triagem

Todas as pessoas que entram no Sabará Hospital Infantil, sejam cuidadores, pacientes, acompanhantes ou visitantes, passam por triagem na entrada do hospital. É medida a temperatura deles com termômetro infravermelho, assim como é feito questionário sobre sintomas respiratórios.

 

Comunicação

Prevenção é fundamental. Por isso, nos últimos meses salientamos por meio do site e das redes sociais do Sabará quais são os cuidados para evitar infecções por vírus.

Veja como se proteger de um vírus

A comunicação sobre o novo coronavírus vem sendo feita por diversos canais, inclusive com perguntas e respostas enviadas por Whatsapp, além de materiais impressos em todos os ambientes de atuação do Sabará Hospital Infantil, como Centro de Excelência, Instituto PENSI, Pronto-Socorro e demais unidades. Nosso objetivo é que pacientes e cuidadores estejam bem informados sobre a doença.

Para os profissionais de saúde e funcionários do Hospital, também há intensa comunicação em relação aos protocolos de atendimento para garantir a segurança de todos os envolvidos.

Com todas essas ações, nos certificamos de que o Hospital está preparado para atender de maneira segura os pacientes que venham a nos procurar com suspeita de COVID-19.