Médicos do Sabará e cirurgião suíço operam casos complexos em São Paulo

São Paulo, maio de 2017 – Pela segunda vez no Sabará Hospital Infantil, o médico suíço, Dr. Philippie Monnier – maior cirurgião de via aérea pediátrica do mundo, operou em conjunto com a equipe de Via Aérea Pediátrica Complexa do Sabará, três casos complexos para retirada de traqueostomia em crianças, no último dia 19 de maio.

A convite do Sabará e da otorrinolaringolista líder da equipe, Dra. Saramira Bohadana, o suíço colaborou na aplicação da técnica por ele criada e que dá opção resolutiva a casos que não conseguem sucesso com a técnica americana e mais utilizada para retirada da traqueo.

“Cerca de 20% dos casos operados na técnica tradicional, falham de alguma maneira. A técnica criada pelo Dr. Philippe dá conta desses casos complexos que não teriam solução e são a esperança de muitas crianças que conviveriam com a traqueo para o resto da vida”, explica Dra. Saramira.

Núcleo de traqueo

No Sabará Hospital Infantil o índice de retirada da traqueo é de 90% dos casos. O Hospital é um dos únicos centros no país a conseguir tirar a traqueo de crianças pequenas – que em geral são bastante complexas.

Desde 2010, o Sabará conta com uma equipe especializada para atendimento destes casos e já é reconhecido como referência nacional na área.

“O Hospital possui estrutura de primeiro mundo para realização de cirurgias e tratamento de crianças traqueostomizadas. Fiquei surpreso com o preparo da equipe e da Instituição e com o sucesso para resolução dos casos, desde a minha primeira vinda ao Sabará, há dois anos”, reconhece Dr. Philippe que aprovou ainda o preparo da equipe para aplicação de sua técnica no Brasil.

Crianças traqueostomizadas

Os casos de crianças com estenose laringo-traqueal – aquelas que precisam de traqueotosmia – têm aumentado cada vez mais. Bebês prematuros, cada vez mais frequentes, sobrevivem na UTI neonatal às custas de um tubo endotraqueal, necessário para a ventilação pulmonar.

Esse tubo, causa lesão na laringe e traqueia que evolui para fibrose e fechamento total ou parcial da via aérea, sendo necessário a realização de traqueostomia. Também existem os casos decorrentes da intubação por conta de complicações por doenças respiratórias. Nestes, muitas vezes, o uso do tubo causa danos e é necessária a traqueo.

De acordo com a especialista, as crianças que crescem com traqueostomia, tem um impacto muito grande ao longo da vida. “Tanto para elas mesmas, como para suas famílias. São crianças com problemas de desenvolvimento de fala e deglutição, com complicações pulmonares, que, na maioria das vezes não frequentam a escola, e são estereotipadas. Estas crianças sofrem muito no aspecto social da vida”, comenta.

A retirada da traqueo, para essas essas crianças, faz uma diferença gigante na vida dessas famílias e são verdadeiras vitórias.

Sobre Dr. Philippie Monnier

O médico suíço, Dr. Philippie Monnier,é considerado pela comunidade médica o  maior cirurgião de via aérea pediátrica do mundo. Ele criou suas próprias técnicas de reconstrução do tubo respiratório, admiradas por equipes de diversos países. Desde que se aposentou no seu país, aos 69 anos, viaja o mundo ensinando sua técnica cirúrgica e operando crianças traqueostomizadas, inclusive pacientes que não podem pagar por isso.

Sobre Hospital Infantil Sabará

O Sabará é uma instituição sem fins lucrativos e braço assistencial da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, da qual faz parte também o Instituto PENSI, focado na realização de pesquisas e no ensino e treinamento de profissionais da saúde infantil.  É um dos maiores e mais respeitados centros de atendimento pediátricos do Brasil, reconhecido pelo excelente atendimento ao paciente e pelo pioneirismo nesta área, desde sua inauguração em 1962.

Instalado em um moderno edifício de 17 andares na Avenida Angélica, em São Paulo, opera segundo o conceito de “Children’s Hospital”. Este modelo assistencial conta com a retaguarda em todas as especialidades pediátricas e atua com equipe multiprofissional integrada e de alta capacidade resolutiva na atenção à criança.

Em 2013 o Hospital recebeu seu primeiro selo de acreditação pela Joint Commission International, principal agência reguladora de instituições de saúde no mundo. Em 2016 o Sabará foi reacreditado, reforçando seu compromisso com a qualidade e com a prestação de cuidados de saúde segura e eficaz.