Dentição do Bebê - Hospital Sabará
 
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Dentição do Bebê

Os dentes de leite ou decíduos começam a “nascer” por volta do sexto mês de vida, iniciando, geralmente, pelos incisivos inferiores. Seguem a sequência de erupção os incisivos centrais e laterais superiores, com um intervalo aproximado de dois meses.

Em torno dos 15 meses de vida, saem os primeiros molares superiores; a seguir, os inferiores; depois, os caninos; e, aos 18 meses, os segundos molares inferiores, seguidos pelos segundos molares superiores, aos 24 meses.
No final dessa fase, a dentição decídua estará completa, e as crianças terão 20 dentes na boca, isto é, oito incisivos, quatro caninos e oito molares (Figura 1).

denticao-bebe

A erupção dentária é um processo fisiológico normal, que pode ter variações individuais ou familiares, ambientais e emocionais. Algumas crianças podem apresentar sintomas locais ou sistêmicos durante a erupção de dentes decíduos. Embora rejeitados por médicos, existem alguns fatores que são observados pelos pais, tais como:

  1. Sialorreia (salivação ou babação)
  2. Diarreia
  3. Sonolência ou agitação, irritabilidade (criança fica chorosa)
  4. Erupções cutâneas
  5. Febre baixa
  6. Inapetência (falta de apetite)

Os sintomas apresentados durante a fase de erupção dos dentes de leite não podem ser unicamente atribuídos a esse processo; além disso, são transitórios e não comprometem o estado de saúde geral da criança por longo prazo.



Tratamento

Geralmente não é necessário o uso de medicamentos ou géis anestesiantes. O médico pode recomendar alguma medicação leve para a dor na dose correta. O bebê deve visitar o dentista quando o primeiro dente aparecer e não após o primeiro ano de idade. O dentista fará um exame e ensinará como cuidar dos dentes do seu filho.

Limpeza

Após cada mamada, lave as gengivas do bebê com um pano macio ou gaze. Quando os dentes saírem, escove-os com uma escova de dentes macia (especial para bebês) ou gaze molhada. Se possível, use pasta de dentes sem flúor. Se não, use apenas uma pequena quantidade de creme dental com flúor para reduzir o risco de engolir. Elimine a baba. Mantenha o rosto do seu filho limpo e seco.

Medidas de socorro

Os bebês de dentição geralmente gostam de mastigar um mordedor frio ou uma toalha úmida. A mordedera deve ser feita de plástico duro e ser feita de uma só peça. Não congelar a mordida, seria tão difícil que iria estragar os novos dentes. Além disso, o frio pode prejudicar os tecidos orais. Evite mamilos com líquido dentro. Eles podem quebrar e o conteúdo pode ser ingerido. Certifique-se de que tudo o que você dá ao seu bebê esteja limpo e dimensionado para que não o engula. Não coloque a mordida em volta do pescoço com um cordão, ela pode ficar presa em algo e pendurar seu filho. Esfregar as gengivas com o dedo (limpo) ou com gaze molhada pode ajudar a reduzir o desconforto. Bebidas geladas podem proporcionar algum alívio. Se você der biscoitos de dentição especiais, observe atentamente para evitar o afogamento. Não use álcool.


Open chat
Cuidador Virtual