Prematuridade - Hospital Sabará
 
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Prematuridade

A prematuridade é definida como o nascimento de um bebê antes de 37 semanas completas de gestação (menos de 259 dias).

O risco de complicações é maior quanto mais cedo o bebê nascer. Aqueles que são extremamente prematuros, nascidos antes das 25 semanas de gestação, têm a maior taxa de mortalidade. Com o desenvolvimento dos cuidados intensivos pediátricos, a sobrevida tem sido cada vez maior.

Mesmo assim, as repercussões dessa fase de cuidados podem acompanhar a criança por toda a vida.

Pulmão e coração ainda imaturos podem sofrer com a adaptação ao meio extrauterino. O coração pode ter, por exemplo, a persistência de um canal de passagem de sangue que não se fecha no momento adequado, requerendo até cirurgia no bebê. Já o pulmão pode sofrer sequelas futuras esperadas de cuidados intensivos como intubação e ventilação.

No início da vida, o bebê prematuro pode ser acometido por um tipo de inflamação intestinal (enterocolite necrosante) que pode levar à perda de parte do intestino e mudará sua digestão de alimentos a longo prazo.

Aprendizado, desenvolvimento motor, sensorial e comportamental são mais frequentemente alterados nas crianças prematuras.

Ainda, mesmo sem todos esses problemas, essas crianças nascem pequenas e podem ter uma dificuldade maior de recuperação de altura e ganho de peso.

Por isso um acompanhamento com profissionais especialistas para cada caso é essencial e deve ser indicado pelo pediatra quando necessário!

 

 

Para alguns procedimentos, utiliza-se a idade corrigida do bebê, que é a idade que ele teria se tivesse nascido na 40a semana de gestação. Por exemplo: o bebê nasceu com 30 semanas de gestação, ou seja, 10 semanas antes do previsto (equivalente a dois meses e meio). Aos três meses de idade, ele terá 15 dias de idade corrigida para a prematuridade (três meses menos dois meses e meio).

 

 

 

Consultas

As consultas com o pediatra devem acontecer da seguinte forma:

 

  • 5 a 7 dias após a alta;
  • Até os 6 meses de idade corrigida: consultas mensais;
  • De 6 meses a um ano de idade corrigida: consultas a cada dois meses;
  • De um a dois anos: consultas a cada três meses;
  • De dois a quatro anos: consultas a cada seis meses;
  • A partir de quatro anos: consultas anuais

 

 

9 dicas de segurança

  1. Não coloque o prematuro para dormir de barriga para baixo;
  2. Evite fumar em casa;
  3. Não frequente lugares fechados ou com aglomerações;
  4. Evite contato com pessoas doentes;
  5. Lave as mãos com frequência e utilize álcool em gel – a regra vale para todos que forem encostar no bebê.
  6. Mantenha a carteira de vacinação em dia;
  7. Use a cadeirinha apropriada no carro;
  8. Não deixe o bebê dormindo na cama dos pais;
  9. Crianças pequenas devem ficar longe do bebê.

 

 

Fontes consultadas:

https://www.prematuridade.com/index.php/home

http://epharma.elsevier.es/flipcontent/manual_prematuro/files/assets/common/downloads/publication.pdf



Open chat
Cuidador Virtual