Lesão renal aguda - Hospital Sabará
 
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Lesão renal aguda

Lesão renal aguda é quando os rins param de funcionar repentinamente. Normalmente, os rins filtram o sangue e removem resíduos e o excesso de sal e de água.

 

Causas da lesão renal aguda

Causa pré-renal: menos sangue do que o normal flui para os rins. Causas diferentes podem fazer com que isso aconteça. Por exemplo, numa condição chamada insuficiência cardíaca, o coração pode não conseguir bombear sangue suficiente para os rins. Além disso, a criança pode estar muito desidratada devido à um quadro de diarréia, por exemplo.

Causa renal: os rins ficam lesados. Isso pode ser causado por infecções, certos medicamentos e algumas doenças autoimunes. Em uma condição auto-imune, o sistema de combate a infecções de uma pessoa ataca seu corpo.

Causa pós-renal: o fluxo de urina dos rins até sair do corpo está bloqueado. Isso pode ser causado por problemas urológicos como válvula de uretra posterior em meninos ou cálculo renal bilateral. O bloqueio da urina causa pressão nos rins, que podem parar de funcionar.

 

Fatores de risco

Alguns fatores de risco incluem:

  • Doenças preexistentes: crianças com doenças preexistentes, como diabetes e doenças cardíacas, são mais propensas a ter lesão renal aguda.
  • Cirurgias: cirurgias de grande porte podem aumentar o risco.
  • Uso de medicamentos: o uso de certos medicamentos, como AINEs, pode aumentar o risco.

 

Sintomas

Quando as pessoas apresentam sintomas, eles podem incluir:

  • Urinar menos ou não urinar;
  • Presença de sangue na urina ou urina vermelha ou marrom;
  • Inchaço, especialmente nas pernas ou pés no final do dia e inchaço nos olhos pela manhã;
  • Vômitos ou náuseas ou falta de apetite;
  • Sentir-se fraco ou cansar-se facilmente. A criança para de brincar;
  • Apresentar falta de ar, mesmo sem fazer esforços ou brincar.

 

Diagnóstico

Para verificar o funcionamento dos rins, serão realizados exames de sangue (dosagem de creatinina) e de urina. Na maioria das vezes, é necessário realizar ultrassom para avaliar melhor o que está acontecendo com os rins. Dependendo da causa, outros exames serão necessários.

 

Tratamento

O tratamento depende do que está causando a lesão renal aguda e da gravidade da lesão.

  • Se a lesão renal aguda for causada por um medicamento, o paciente deixará de tomá-lo. O pediatra também pode prescrever corticóides para auxiliar na recuperação dos rins.
  • Se a lesão renal aguda tiver outra causa que possa ser tratada, o médico irá tratá-la. Por exemplo, podem ser prescritos antibióticos para tratar infecções.

Os rins podem se recuperar e voltar a funcionar normalmente, mas pode levar semanas a meses para voltarem a funcionar de maneira adequada.

Até que os rins possam funcionar normalmente novamente, a criança pode precisar de tratamentos para ajudar a garantir que seu corpo receba a quantidade certa de líquidos, sal e nutrientes. Esses tratamentos podem incluir:

  • Medicamentos
  • Mudanças na dieta: pessoas com lesão renal aguda geralmente precisam evitar ou limitar alimentos que contenham muito sódio (sal), potássio e fósforo. Um nutricionista pode ajudá-lo a planejar refeições saudáveis ​​com as quantidades certas de cada nutriente. Também pode ser necessário limitar a quantidade de água e líquidos que a criança bebe todos os dias.
  • Terapia de substituição renal (também chamada “diálise”): este tratamento assume o trabalho dos rins até que estes possam voltar a funcionar. Envolve:
  • Hemodiálise – Este é um procedimento em que uma máquina assume o trabalho dos rins. A máquina bombeia o sangue para fora do corpo, filtra-o e devolve-o ao corpo. As pessoas fazem hemodiálise pelo menos 3 vezes por semana.
  • Diálise peritoneal – É o tipo de diálise mais usada em pediatria. Envolve a introdução de um fluido especial na barriga. Este fluido coleta resíduos e excesso de sal e água do sangue. Então, o fluido usado é drenado da barriga. Este tipo de diálise pode ser feita em casa, enquanto a criança dorme.

 

Acompanhamento:

Serão necessários mais exames laboratoriais durante a recuperação de uma lesão renal aguda. Isso ajudará o médico a monitorar o funcionamento dos rins da criança.

 

Prevenção

A prevenção inclui:

  • Evitar a desidratação: é importante garantir que a criança beba bastante líquido, especialmente em climas quentes ou durante atividades físicas.
  • Tratar infecções rapidamente: Infecções graves podem levar à LRA, por isso é importante tratá-las o mais rápido possível.
  • Evitar o uso de medicamentos que podem causar a doença, como Anti-Inflamatórios Não Esteroides (AINEs). É importante consultar um médico antes de usá-los.

  

Conheça nosso Departamento de Nefrologia e agende uma consulta

Leia também: Infecção Urinária

 

  • Esta página é apenas informativa e não substitui a consulta médica.
  • As informações contidas nesta página podem sofrer alterações com o tempo.

 

Atualizado em: 09/04/2024

Dra. Maria Cristina Andrade
CRM 55067

 



Tire suas dúvidas pelo nosso Cuidador Virtual