Perguntas e respostas sobre picadas de escorpião

Recentemente, foram publicadas na mídia diversas notícias sobre picadas de escorpião no estado de São Paulo, em alguns casos levando à morte. Quanto menor a criança, os efeitos tendem a ser mais graves, por causa da relação de seu peso com o veneno inoculado. Como este tema assusta os pais, consultamos nossos especialistas para esclarecer algumas dúvidas.

O soro antiescorpiônico é eficaz e pode ser usado em crianças pequenas?

O soro funciona e pode ser usado em todas as idades, inclusive abaixo de 7 anos. A gravidade dos acidentes escorpiônicos e, consequentemente, o risco de morte, é muito maior entre as crianças do que entre os adultos. Habitualmente, quanto menor a criança, maior a gravidade do acidente devido à relação entre o veneno inoculado e o peso da criança.

Sempre que houver picada de escorpião, o soro antiescorpiônico é recomendado?

Os acidentes escorpiônicos são classificados em leves, moderados e graves, de acordo com os sintomas. Nos acidentes moderados e graves e em todas as crianças menores de 3 anos existe indicação do uso de soro antiescorpiônico.

Quais são os sintomas após a picada?

Além de dor no local, que acontece em todos os casos, pode haver náuseas, taquicardia, agitação, sonolência, sudorese, vômito, hipertensão, entre outros.

Crianças correm mais risco de morte?

Sim. Quanto menor a criança, maior a gravidade. Os principais fatores que influenciam o risco de morte são o tipo do escorpião e a idade (o risco de morte é maior em pacientes menores de 14 anos).

Outro fator que influencia o risco de morte é o tempo decorrido entre a picada e a administração do soro, sendo muito mais elevado entre os pacientes atendidos após 6 horas, do que entre aqueles que recebem soro até uma hora após o acidente.

Portanto, em caso de picada por escorpião ou outro animal peçonhento, quanto mais rápido o paciente for levado ao serviço de saúde, maior a chance de sucesso no tratamento.

O que fazer em caso de picada de escorpião?

O paciente deve ser levado rapidamente a um serviço de saúde. Até chegar, podem ser administrados analgésicos para alívio da dor.

Algumas dicas:

  • Não utilizar garrotes ou torniquetes;
  • Não fazer incisões no local da picada;
  • Não aplicar querosene, amoníaco, e outras substâncias no local da picada;
  • Não administrar bebidas alcoólicas;
  • Manter o paciente em repouso, evitando caminhar;
  • Manter o paciente hidratado.

O Hospital Infantil Sabará tem soro?

Não.

Onde encontro soro?

Em São Paulo, o soro é fornecido pelo Hospital Vital Brazil, que funciona dentro do Instituto Butantan e é referência para acidentes com animais peçonhentos (cobras, aranhas, escorpiões). Funciona todos os dias, 24 horas.

Como evitar uma picada de escorpião?

  1. Usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem.
  2. Examinar calçados e roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-los.
  3. Não acumular lixo orgânico, entulhos e materiais de construção.
  4. Vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés.
  5. Utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos.
  6. Manter limpos os locais próximos das residências, jardins, quintais, paióis e celeiros.
  7. Combater a proliferação de insetos, principalmente baratas e cupins.
  8. Preservar predadores naturais, como seriemas, corujas, sapos, lagartixas e galinhas.
  9. Limpar terrenos baldios pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou à cerca.

Saiba mais aqui.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 26/7/2018