Sabará Hospital Infantil apoia o Dia Mundial da Segurança do Paciente

Criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o “Dia Mundial da Segurança do Paciente” celebrado no dia 17 de setembro tem como tema: “A segurança dos trabalhadores da saúde é a segurança do paciente”.

O objetivo da data é conscientizar profissionais de saúde, gestores, órgãos governamentais, pacientes, educadores e sociedade civil sobre a necessidade da implementação das práticas de segurança dentro dos serviços de saúde. Tal ação contribui para minimizar riscos e danos ao paciente e refletir na melhoria da qualidade e do cuidado prestado nos serviços de saúde do país.

De acordo com a OMS os cuidados de saúde não seguros no mundo resultam em 2,6 milhões de mortes por ano em países de baixa e média renda. A maior parte desses óbitos é evitável. O impacto pessoal, social e econômico do dano ao paciente leva a perdas de trilhões de dólares no mundo.

Segundo o infectologista e Gerente de Qualidade Assistencial do Sabará Hospital Infantil, Dr. Francisco Ivanildo Oliveira, com a COVID-19 pressionando os trabalhadores da saúde ao limite, o problema não poderia ser mais importante do que agora: desde equipar e apoiar os trabalhadores da saúde da linha de frente de modo eficiente em seu trabalho, até atender e tratar os pacientes equitativamente. “Garantir condições seguras de trabalho aos profissionais de saúde também é uma forma de promover a segurança do paciente e estamos em um ponto de inflexão nessa causa”, explica Dr. Francisco Oliveira.

Os danos ao paciente por eventos adversos são uma das principais causas de morte e incapacidade em todo o mundo. “Estima-se que 134 milhões de eventos adversos ocorrem anualmente devido à atenção insegura em hospitais, nos países de baixa e média renda, contribuindo para 2,6 milhões de mortes. Enquanto calcula-se que um em cada 10 pacientes seja prejudicado enquanto recebe atendimento hospitalar, em países de alta renda”, esclarece o infectologista do Sabará Hospital Infantil.

Reconhecendo a segurança do paciente como central na prestação de atenção à saúde e no fornecimento da cobertura universal de saúde, a OMS e o Reino Unido lançaram em conjunto o “Global Patient Safety Collaborative”. O objetivo dessa iniciativa é garantir e ampliar a ação global em relação à segurança do paciente e colaborar estreitamente com países de baixa e média renda para reduzir os danos evitáveis aos pacientes e melhorar a segurança de seus sistemas nacionais de saúde.

Sobre o Sabará Hospital Infantil

Instalado em um moderno edifício de 17 andares na Avenida Angélica, em São Paulo, opera segundo o conceito de “Children’s Hospital”. Este modelo assistencial conta com expertise de alta complexidade em todas as especialidades pediátricas e atua com equipe multiprofissional integrada de alta capacidade resolutiva na atenção à criança. Possui um dos maiores e mais respeitados centros de atendimento pediátricos do Brasil e seu Pronto-Socorro está entre os maiores do mundo, sendo reconhecido pelo excelente atendimento ao paciente e pelo pioneirismo nesta área, desde sua inauguração em 1962.

O Sabará foi o primeiro hospital exclusivamente pediátrico no estado de São Paulo a conquistar a acreditação pela Joint Commission International, (JCI) – o mais importante órgão acreditador de qualidade de instituições de saúde no mundo.