Especialistas do Sabará Hospital Infantil dão dicas importantes para a volta às aulas - Hospital Sabará
 

Especialistas do Sabará Hospital Infantil dão dicas importantes para a volta às aulas

Saiba como montar uma lancheira saudável e qual o tipo de mochila ideal para as crianças

 

Fevereiro, 2024 – Para alegria de muitos pais e tristeza de alguns filhos, as aulas estão de volta. E com elas as dúvidas que assolam a cabeça dos pais todos os anos: é possível montar uma lancheira gostosa e saudável? Será que meus filhos vão aguentar carregar tantos livros sem terem problemas na coluna? E tem algum calçado mais indicado?

 

Para esclarecer essas questões que a ortopedista pediátrica Dra. Daniela Rancan e a supervisora do departartamento de nutrição e dietética do Sabará Hospital Infantil, Fernanda Rabello, elaboraram algumas dicas valiosas.

 

A mochila ideal

 

  • Alças devem ser bem acolchoadas, firmes e reguláveis e usar sempre as duas alças sobre os ombros, nunca uma só;
  • A altura ideal é de 5cm acima da cintura e a mochila tem que ter cinto abdominal para equilibrar o peso e forçar menos a coluna;
  • Acomode a mochila de forma que fique colada ao corpo e, na parte interna, o material mais pesado deve ficar mais próximo às costas;
  • Não deve pesar mais de 1kg vazia e não carregar mais de 10% do peso da criança;
  • Levar apenas o essencial, mas se tiver que carregar mais peso, divida-o carregando na mão;
  • A mochila de rodinhas é ideal para andar longas distâncias no plano, mas deve ser evitada quando há muitas escadas para subir ou Desta forma, evita-se que a criança fique com a coluna torta ao carregar a mochila com uma mão só.

 

“Quando essas recomendações não são respeitadas, as mochilas podem levar à dor crônica na coluna e, em casos mais graves, até deforminade na coluna”, afirma Dra. Daniela.

 

O calçado ideal

 

  • Para evitar dores nos pés e sobrecarregar as articulações, o ideal é usar sempre tênis de um modelo esportivo, com amortecedor, principalmente para fazer atividades físicas e brincar na hora do   recreio;
  • Usar a chuteira apenas na hora do Não permanecer de chuteira ao longo do dia.

 

A alimentação ideal

 

Para compor uma alimentação saudável, é importante ter um alimento de cada grupo alimentar: proteína (alimentos construtores) como leite, iogurte e derivados, ovos; carboidrato (alimentos energéticos) como pães e bolachas com preferência aos integrais e frutas ou legumes (alimentos reguladores), explica Fernanda Rabello, supervisora do departamento de nutrição e dietética do Sabará Hospital Infantil. O ideal é que os responsáveis criem um cardápio semanal para facilitar a compra e a elaboração da lancheira, evitando o desperdício de alimentos e proporcionando mais variedade.

 

  • Abuse da criatividade, varie as formas de servir o mesmo alimento. Por exemplo a cenoura, pode ser enviada a baby, cortada em palitinhos;

 

  • Avalie o horário em que a criança estuda, checando a refeição anterior. Ou seja, se acorda e não toma café da manhã por exemplo é importante considerar um volume maior de lanche;

 

  • Escolha uma lancheira adequada para envio dos alimentos para garantir a conservação adequada, sobretudo os perecíveis;

 

  • Sempre que possível, envolva a criança nesse processo de decisão dos alimentos que irão compor a lancheira. Assim é possível compartilhar conhecimento e despertar o interesse, priorizando os hábitos alimentares da família e o paladar da criança.

 

  • Lembre-se que a criança fará a refeição sozinha, portanto deve ser capaz de comer seu lanche sem precisar de ajuda;

 

  • Opte por alimentos da estação, além da melhor qualidade, os valores ficam mais acessíveis;

 

  • A escolha dos alimentos deve ser a mais natural possível e, de preferência, preparados em casa. Evite os alimentos como achocolatados, refrigerantes, sucos adoçados, isotônicos, salgadinhos, salgados fritos, embutidos, bolachas recheadas, balas, guloseimas etc. Esses alimentos ultraprocessados estão relacionados ao aumento da obesidade, diabetes tipo 2 e da seletividade alimentar;

 

  • Leia sempre os rótulos antes de comprar os alimentos;

 

  • A hidratação, sobretudo nos dias de temperatura mais alta, é fundamental! A dica é sempre enviar uma garrafa térmica com água mineral. Se for suco, de preferência natural e preparado um pouco antes.

 

“Para elaborarmos uma lancheira adequada para as crianças na volta às aulas, é necessário pensar em lanches saudáveis e atrativos, fazendo com que a criança sinta prazer ao fazer as refeições. A quantidade varia em função da idade, peso e altura, a prática de exercício físico e tempo que a criança passa na escola. Por isso, caso haja dúvidas, é fundamental procurar o profissional de sua confiança para adequação”, explica a nutricionista Fernanda Rabello.

 

Sobre o Sabará Hospital Infantil 

 

O Sabará Hospital Infantil, localizado na cidade de São Paulo, é referência no atendimento de crianças e adolescentes até 18 anos.  É o primeiro Hospital exclusivamente pediátrico a conquistar pela quarta vez consecutiva a acreditação pela Joint Comission International (JCI), um selo que assegura sua qualidade assistencial.

 

Fundado há mais de 60 anos, o Sabará Hospital Infantil opera segundo o modelo de hospitais infantis americanos, os Children’s Hospitals, baseado na expertise de alta complexidade em todas as especialidades pediátricas, que conta com uma equipe multiprofissional integrada de alta capacidade resolutiva na atenção à criança.

 

Com uma equipe médica e assistencial altamente capacitada e um parque tecnológico moderno e completo, a Instituição está preparada para a realização de partos, quando há necessidade de intervenção cirúrgica imediata ao nascimento, e transplantes renais.

 

Seu foco em pediatria permite que a Instituição não só conheça as mais diversas doenças infantis, como também garante a expertise no diagnóstico e tratamento de doenças simples às mais raras e de difícil interpretação diagnóstica.

 

Para transformar a experiência da criança internada, conta com o Programa Child Life, composto por especialistas em desenvolvimento infantil. Por meio de atividades lúdicas, os profissionais se comunicam com a criança de acordo com seu desenvolvimento de linguagem e compreensão de mundo, facilitando, assim o seguimento do tratamento.

 

Sabará Hospital Infantil

Assessoria de Imprensa: Luciana Paim

luciana.paim@sabara.com.br

11 2155 9338 / 93351-2319

 

Tire suas dúvidas pelo nosso Cuidador Virtual