Centros de Excelência e Serviços / Departamento de Oftalmologia

Situações mais comuns

Como está a visão da criança? Qual a quantidade e qualidade do que ela enxerga?

Dependendo da idade, ela não consegue informar corretamente o que vê, principalmente as mais jovens. Sendo assim, sinais como franzir a testa, apertar as pálpebras, podem dar pistas de que a criança tem algum problema de visão.

Além disso, aquelas muito desastradas, que tropeçam muito, deixam objetos cair das mãos com frequência, ou são desatentas na escola e têm dificuldade de acompanhar os colegas de classe nas atividades, devem ser observadas com atenção.

Outros casos que acentuam a necessidade de avaliação da criança por um especialista, são: quadros de alterações palpebrais (edema, sinais inflamatórios), nistagmos ou estrabismos súbitos (que podem ser consequências de quadros neurológicos primários), baixa de visão ou alterações da conjuntiva e da córnea agudos ou crônicos.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 31/3/2020