Centros de Excelência e Serviços / Departamento de Anestesiologia

Visão geral

Anestesiologia é a especialidade médica que estuda e proporciona ausência de dor e outras sensações ao paciente que necessita realizar procedimentos médicos, como cirurgias ou exames diagnósticos.

Durante a cirurgia, além da função natural de retirar a sensação de dor para que o ato seja suportável ao ser humano, o médico anestesiologista tem a missão de monitorar o estado geral do paciente, seu nível de consciência, pressão arterial, pulso, respiração, estando sempre atento a qualquer alteração. Em resumo, ele é o responsável por manter as funções vitais do paciente em níveis seguros, sendo o profissional preparado para identificar e tratar quaisquer alterações que possam ocorrer.  É função do anestesiologista ficar ao lado do paciente durante todo o procedimento, sendo que sua ausência só se dará quando um colega substituí-lo.

 

Criança não é adulto pequeno

A equipe de Anestesia do Sabará Hospital Infantil é preparada para atendimento da faixa etária pediátrica. É bom ressaltar que esses pacientes possuem diversas peculiaridades que os diferenciam dos adultos, que devem ser levadas em conta na realização do procedimento anestésico para que seja feito com qualidade e segurança.

A equipe é preocupada com um atendimento humanizado, voltado para a compreensão e entendimento da criança sobre o que ela vai passar dentro do Hospital, sempre com uma linguagem apropriada para cada faixa etária. A equipe busca sempre meios de criar vínculos de confiança, por meio de uma linguagem lúdica, distraindo as crianças com brinquedos e conduzindo o procedimento para que elas se sintam menos ansiosas e mais preparadas para enfrentar a anestesia.

Um dos diferenciais é a permissão da permanência dos pais no ambiente cirúrgico antes da entrada na sala operatória e durante a indução anestésica na sala operatória ou nas salas de exames. Os pais ficam com os filhos até o momento em que adormecem. Depois, aguardam seus filhos nas áreas de espera das unidades de atendimento. Assim que a criança se recupera e acorda da anestesia, os pais voltam a ficar com ela na sala de recuperação anestésica, novamente dentro do ambiente cirúrgico. Sendo assim, no momento que as crianças adormecem e imediatamente quando acordam estão na presença dos familiares, o que traz um enorme conforto e maior segurança, mesmo num ambiente estranho como é o hospitalar.

A presença dos familiares na indução anestésica é um fator importante para reduzir o estresse e ansiedade na entrada do Centro Cirúrgico e nos momentos iniciais da anestesia, que, associados à avaliação pré-anestésica e à medicação, têm papel fundamental em minimizar o sofrimento da criança. Porém, devemos ter em mente que pais calmos confortam, transmitem serenidade e segurança para seus filhos; enquanto pais temerosos, ansiosos ou chorando transmitem medo e insegurança para as crianças.

O Centro Cirúrgico do Sabará Hospital Infantil foi todo preparado para o atendimento de crianças. Todos os nossos equipamentos, monitores e aparelhos de anestesia, por exemplo, são específicos para uso em Anestesia Pediátrica.

Contamos também com material específico de via aérea pediátrica, com fibroscópios neonatais, pediátricos e dispositivos ópticos para o acesso no caso de via aérea difícil em crianças, além de todos os materiais para anestesia geral e anestesia regional adaptados ao tamanho pediátrico. Tudo isso proporciona qualidade e segurança no ato anestésico.

 

Nossos diferenciais

O time de anestesia do Sabará Hospital Infantil realiza assistência adequada às necessidades das crianças e seus familiares, com conhecimento de suas peculiaridades. O público infantil é bastante variável por causa das diferenças anátomo-fisiológicas do desenvolvimento e as diferenças na capacidade cognitiva, necessitando de abordagem e linguagem apropriada às crianças de cada faixa etária.

Além disso, em parceria com ações institucionais, a equipe busca oferecer um atendimento humanizado. Em Anestesiologia Pediátrica, a humanização tem como objetivo oferecer cuidados que englobem todo o período peri-operatório, trazendo conforto à criança e aos seus familiares. Esses cuidados incluem:

  • Avaliação pré-anestésica em consultório para procedimentos cirúrgicos eletivos com triagem telefônica, para identificar previamente fatores de risco nos pacientes em regime ambulatorial para exames de imagem;
  • Material informativo sobre a anestesia, orientações escritas e verbais sobre o período pré-operatório;
  • Presença dos familiares na recepção do centro cirúrgico;
  • Sala de medicação pré-anestésica na recepção do centro cirúrgico;
  • Presença de um acompanhante na indução anestésica e na sala de recuperação da anestesia;
  • Equipamentos e materiais adequados à população pediátrica, assim como profissionais especializados para trabalhar com crianças;
  • Nos procedimentos de maior porte, que necessitem tratamento específico para controle da dor, há acompanhamento pelo serviço de dor, buscando controlar adequadamente a dor aguda no período pós-operatório, proporcionando maior conforto para as crianças e maior satisfação dos familiares;
  • Orientações escritas e verbais sobre a alta anestésica, assim como fornecer um telefone de contato com o serviço de anestesiologia, para quaisquer intercorrências ou dúvidas.

 

Por que escolher o Sabará Hospital Infantil?

Qualquer procedimento anestésico-cirúrgico pode ser estressante e assustador para toda a sua família. Portanto, se seu filho precisar de uma operação, saiba que, no Sabará, nossas prioridades são amenizar suas preocupações e garantir o maior conforto e segurança para seu filho antes, durante e depois de um procedimento.

Se o seu filho precisa de anestesia, você quer saber se ele está nas melhores mãos, não é? É por isso que grande parte da nossa equipe de anestesiologistas pediátricos possuem certificação em anestesiologia pediátrica, além de trabalharem exclusivamente com crianças. Isso significa que temos experiência com pacientes muito pequenos, em coisas como lidar com vias aéreas infantis, pegar veias minúsculas e avaliar as funções dos órgãos infantis (cardíaca, respiratória e neurológica). Assim, diferentemente de hospitais gerais que atendem adultos e crianças, os anestesiologistas do Sabará são especialistas no tratamento de bebês e crianças de todas as idades.

Além disso, permitem que os pais estejam com os filhos enquanto adormecem na sala de cirurgia ou exames e também quando acordam na recuperação anestésica, fornecendo medicamentos para reduzir a ansiedade das crianças, oferecendo uma ampla variedade de técnicas de alívio da dor pós-operatória para reduzir o tempo de internação e cuidando para que durante todo o procedimento anestésico o risco de complicações seja diminuído ao máximo.

Os Indicadores do Serviço de Anestesiologia retratam excelentes resultados quando comparados aos estudos e dados internacionais, confira nossos indicadores abaixo.

 

O que esperamos de nossos resultados?  

Quando o seu filho precisa de qualquer tipo de procedimento anestésico, nossa prioridade é colocá-lo de volta nos braços dos familiares, com segurança e o mais rápido possível, e provavelmente esta seja sua maior preocupação. Mas, também queremos garantir que as crianças submetidas à anestesia estejam o mais confortável possível, não apenas durante o procedimento, mas antes e depois de serem submetidos à anestesia e à cirurgia.

 

Por que é importante medir resultados?

Para fornecer cuidados anestésicos pediátricos que estão entre os mais seguros e mais cuidadosos, rotineiramente medimos nossos resultados e nos comparamos com os índices internacionais. Assim, podemos ajudá-los a tomar decisões sobre os cuidados de seu filho e ter clareza sobre os resultados dos cuidados da Anestesiologia do Sabará Hospital Infantil. Além disso, quando medimos nossos resultados relacionados a prática assistencial, podemos identificar oportunidades de melhoria e fornecer consistentemente um atendimento mais seguro para as crianças.

Ao comparar nossos resultados assistenciais aos indicadores internacionais, verificamos que estamos nos saindo tão bem quanto a média americana e europeia em muitos indicadores e processos.

Aqui estão alguns resultados do Departamento de Anestesiologia do Sabará Hospital Infantil, nos quais nos concentramos e monitoramos para melhorar a experiência tanto para você quanto para seu filho no período que envolve o procedimento anestésico – cirúrgico.

 

Prevenindo eventos respiratórios no intra-operatório

Embora o risco em anestesia pediátrica tenha diminuído de maneira significativa nas últimas décadas, as complicações respiratórias são as principais responsáveis por eventos adversos no período intra-operatório. Broncoespasmo (contração da musculatura da via aérea inferior – pulmões) e Laringoespasmo (contração da musculatura da via respiratória superior – laringe) são as complicações mais frequentes e podem se relacionar à sensibilidade aumentada das vias aéreas. Tanto o laringo como brocoespasmo ocasionam dificuldade na passagem de ar durante a respiração e podem estar associados à história de asma ou resfriados comuns.

Embora a maioria dos pacientes pediátricos submetidos à anestesia sejam saudáveis, é fundamental identificar, na avaliação pré-anestésica, fatores de risco que possam contribuir para o risco de complicações respiratórias.

No Sabará Hospital Infantil, além de identificarmos os fatores de risco, possuímos protocolos de prevenção e tratamento específicos para estas condições, permitindo um melhor preparo destes pacientes e estratégias anestésicas que previnem a ocorrência destes eventos respiratórios, garantindo maior segurança aos nossos pacientes. Assim, observamos que nossos indicadores de eventos respiratórios estão abaixo dos índices americanos e europeus.

 

Prevenindo a hipotermia pós-operatória

Durante a anestesia, a capacidade de controlar a temperatura é diminuída e o corpo perde mais calor do que consegue produzir, este efeito é mais importante nas crianças. Assim, é fundamental manter a temperatura corporal adequada durante anestesia, diminuindo a ocorrência de tremores e desconforto no pós-operatório, além de reduzir a incidência de infecções na ferida cirúrgica.

No Sabará Hospital Infantil possuímos uma política de manutenção de normotermia (temperatura normal do corpo) durante a anestesia, utilizando técnicas eficazes de aquecimento, e também monitorando a temperatura corporal das crianças, antes, durante e depois da cirurgia. Desta forma, conseguimos manter a incidência de hipotermia após a cirurgia muito baixa.

 

 

Prevenindo vômitos no pós-operatório

Episódios de vômitos no período pós-operatório são de extremo desconforto para as crianças, podendo aumentar a incidência de dor, desidratação, postergar a alta pós-anestésica e/ou hospitalar e até mesmo ocasionando a readmissão hospitalar. Sendo assim, é muito importante evitar que as crianças vomitem após a cirurgia.

Todas as crianças submetidas à anestesia no Sabará Hospital Infantil são identificadas quanto ao risco de apresentarem vômitos e recebem medicações antieméticas (anti-vômitos), evitando este sintoma tão indesejável e garantindo a manutenção da hidratação e da rápida realimentação no período pós-operatório.

Conhecendo os procedimentos cirúrgicos de maior risco e os fatores de risco das crianças, a equipe do departamento de Anestesia atua de forma específica e assim conseguimos manter nossos indicadores de vômitos no pós-operatório muito abaixo dos índices internacionais.

 

Prevenindo agitação pós-anestésica

A agitação pós-anestésica é caracterizada por alteração de comportamento durante a recuperação da anestesia geral, pode se manifestar por choro, gemidos, inquietação e agitação na cama. Este distúrbio comportamental tem curta duração, mas pode causar sofrimento tanto para a criança e seus pais quanto para a equipe de saúde que cuida do paciente. A incidência de agitação pós-anestésica varia muito na literatura, entre 5% a 80%, dependendo do tipo de cirurgia/anestesia e das escalas usadas para avaliar este evento.

Todas as crianças submetidas à anestesia no Sabará Hospital Infantil são identificadas quanto ao risco de apresentarem agitação pós-anestésica, e ainda são avaliadas com escalas específicas para medir a agitação na recuperação da anestesia. Assim, recebem cuidados específicos para prevenção deste evento, permanecem numa brinquedoteca no Centro Cirúrgico enquanto aguardam a cirurgia, ficam com os pais durante o início da anestesia e ainda recebem medicações para diminuir o risco de agitação. Desta forma, conseguimos manter uma baixa incidência de agitação pós-anestésica, além de diagnosticar rapidamente esta intercorrência e tratá-la de forma efetiva quando eventualmente acontece.

 

Prevenindo dor pós-operatória

Evidências sugerem que menos da metade dos pacientes submetidos à cirurgia relatam alívio adequado da dor pós-operatória. A dor controlada inadequadamente afeta negativamente a qualidade de vida e a recuperação funcional, além disso, aumenta o risco de complicações pós-cirúrgicas e de dor pós-cirúrgica persistente. Muitas intervenções no peri-operatório e estratégias de tratamento estão disponíveis para reduzir e controlar a dor pós-operatória. Na atualidade, grande variedade de técnicas anestésicas locorregionais (anestesias locais) fornecem anestesia cirúrgica e analgesia pós-operatória para as crianças submetidas à cirurgia, com efetivo controle da dor no pós-operatório. Nosso compromisso é de aliviar a dor de forma efetiva e garantir melhor recuperação das crianças com alta precoce da recuperação anestésica e do Hospital.

Autor: Dra. Débora Cumino - CRM: 87604 e Dr. Hugo Melo - CRM:164901

Atualizado em: 24/3/2020