A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Imobilizações e Orientações sobre o Gesso

Depois de uma trauma ou uma torção, podemos ter de usar uma imobilização. Em especial nos casos em que o trauma resulta em fratura. É muito importante contar com a sua colaboração na manutenção da imobilização até o final do tratamento.

GESSO, TALA GESSADA OU ÓRTESE?
O gesso é composto de uma bandagem que, quando molhada, pode ser moldada e, ao secar, fica resistente. Serve para manter a posição do local machucado até que tudo esteja bem novamente.
A posição mantida pelo gesso é a de repouso ou de redução, no caso das fraturas, para que o osso fraturado não se mova.

O gesso imobiliza uma articulação acima e outra abaixo da área a ser tratada. Por exemplo: no caso de fratura dos ossos da perna, o gesso deve ser desde a raiz da coxa até o pé.

O gesso é feito de uma bandagem branca e não deve ficar em contato direto com a pele, para evitar irritações. Por isso, é colocada uma malha tubular de algodão, seguida de algodão ortopédico e só então o gesso é molhado e aplicado. No início, o gesso fica pesado mas, à medida que vai secando, torna-se um pouco mais leve. Para secar totalmente, o gesso leva, em geral, dependendo da estação do ano, de 2 a 3 dias. Nesse período, o cuidado com ele deve ser redobrado, para evitar rachaduras e quebras.

CUIDADOS NECESSÁRIOS:
Nas primeiras horas:
Logo em seguida do trauma ou da fratura acontece o inchaço da extremidade. Mesmo nos casos sem fratura, em que o gesso é colocado, devemos observar a ponta dos dedos, a capacidade de movimentá-los sem dor e a cor da pele.

Elevar a extremidade imobilizada acima do nível do coração ajuda a melhorar o inchaço e alivia a dor.

Também pedir para a criança mover os dedos da mão ou do pé, porque isso ajuda a promover a circulação.

Nos casos de fratura, esse cuidado é muito importante. Com o inchaço, existe um aumento de volume da extremidade, o que pode levar a falta de espaço dentro do gesso. Essa é uma situação de emergência, e a criança deve ser levada ao pronto-socorro, onde o gesso deverá ser aberto.

Situações em que a criança deve ser levada de volta ao pronto-socorro:

  1. Aumento progressivo da dor
  2. Aumento do edema acima ou abaixo do gesso
  3. Aparecimento de parestesias: formigamento ou alterações da sensibilidade
  4. Palidez na pele dos dedos
  5. Aparecimento de febre
  6. Mau cheiro no gesso

NÃO MOLHAR O GESSO :
O gesso não é à prova de água, portanto, precisa ser protegido na hora do banho. Uma boa ideia é colocar um saco plástico ou enrolar magipack no gesso, para evitar que se molhe. Se isso não for possível, então nada de banho de chuveiro.

Quando o gesso fica úmido ou molhado, perde a capacidade de manter a extremidade na posição adequada e, portanto, pode necessitar ser trocado.

A troca do gesso deve ser evitada, especialmente nos casos de fratura, pois ele foi colocado após a redução da fratura no pronto-socorro ou no centro cirúrgico, sob anestesia. Implica, portanto, em uma nova redução e/ou nova anestesia para a criança. E isso pode ser evitado se forem tomados os cuidados básicos com o gesso.
A umidade no gesso pode resultar em irritação da pele e coceira.

Não bater o gesso ou com o gesso:
É importante evitar rachaduras ou traumas no gesso. A extremidade imobilizada pode ficar inchada e doer, mais um motivo para atrapalhar a recuperação da lesão primária.

Não colocar nada dentro do gesso:
Não deixe e oriente a criança a não coçar a pele dentro de gesso com objetos pontiagudos, pois podem machucar a pele. Também não deixe que coloquem objetos pequenos dentro do gesso por brincadeira.

Não coloque talco ou pomadas dentro do gesso, pois isso causa irritação da pele. Se a coceira for muito intensa, pode-se usar o secador de cabelo na temperatura fria, para aliviar o desconforto. Nunca use a temperatura quente no gesso.

Tipos de gessos e principais usos:

  • GESSO BRAQUIOPALMAR
    • Vai desde o braço, logo abaixo do ombro, até a região entre a palma da mão e os dedos.
    • Serve para contusões e fraturas do braço, cotovelo, antebraço e punho.
    • Usado para o tratamento não operatório e operatório das fraturas.
  • GESSO ANTEBRAQUIOPALMAR
    • Vai da prega do cotovelo até a região entre a palma da mão e os dedos.
    • Serve para contusões e fraturas dos ossos do punho e da mão.
  • HEMIJOTA
    • Imobilização não gessada, liga o braço ao tronco para impedir os movimentos do ombro, braço e cotovelo.
    • Serve para fraturas da clavícula, ombro e braço.
  • IMOBILIZAÇÃO EM “8”
    • Imobilização não gessada que abraça os dois ombros.
    • Serve para fraturas da clavícula.
  • VELPEAU
    • Imobilização não gessada que é colocada fixando o braço no tronco.
    • Serve para fraturas na região do ombro e braço.
  • GESSO CRUROPODÁLICO
    • Gesso aplicado em todo o membro inferior.
    • Serve para imobilizar fraturas do fêmur próximas ao joelho e fraturas da perna.
    • Pode ser utilizado para andar ou não, dependendo da indicação do médico.
  • GESSO SUROPODÁLICO
    • Gesso colocado na perna até os dedos do pé.
    • Serve para fraturas da perna, do tornozelo e pé.
    • Também pode ser utilizado para andar, dependendo da indicação.
  • GESSO PELVIPODÁLICO
    • É colocado desde o quadril até o pé.
    • Serve para fraturas do fêmur e também nos casos de pós-operatório de cirurgias do quadril.
    • Variações: somente colocado do lado lesado ou incluir a outra coxa, dependendo da indicação.
  • GESSO CRUROPODÁLICO TIPO BROOMSTICK
    • Gesso desde a coxa até o pé, colocado bilateralmente.
    • Serve para manter as coxas e pernas imobilizadas na posição de abertura.
    • Utilizado nos casos de pós-operatório de cirurgias nos tendões da coxa.

Órtese:
Tem a mesma função básica da imobilização gessada: impedir o movimento do local machucado ou quebrado. Geralmente, é mais leve que o gesso, feita de lona de algodão, e pode ou não ter suporte com hastes de aço. Fica fixada à extremidade mediante tiras de velcro. Eventualmente, segundo a orientação médica, poderá ser retirada para dormir e no banho.

EM CASO DE DÚVIDA, CONTATE A EQUIPE DA ORTOPEDIA DO PRONTO-SOCORRO DO HOSPITAL INFANTIL SABARÁ.

Autor: Hospital Infantil Sabará

Atualizado em: 16/11/2016



Experiências de vida sobre Imobilizações e Orientações sobre o Gesso

Quer compartilhar suas experiências?

Envie sua mensagem abaixo:

Ao clicar em continuar você concorda com os termos de utilização.

Termos de Utilização

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.