A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Z

Acalasia

A acalasia é um transtorno incomum do esôfago que pode se apresentar em qualquer idade. Afeta, igualmente, homens e mulheres. Na maioria das vezes não há relação familiar.

Ocorre por uma incapacidade do esôfago de contrair-se e empurrar o alimento para o estômago (ausência de contrações peristálticas) e pela falta de relaxamento do esfíncter inferior do esôfago (espessamento muscular localizado na união do esôfago com o estômago que funciona como uma válvula e permite a passagem dos alimentos para o estômago, além de evitar que o conteúdo gástrico retorne para o esôfago), que impede a adequada passagem dos alimentos para o estômago. Origina-se por alterações das estruturas nervosas do esôfago e pode ser consequência de infecção pelo Trypanossoma cruzi (Doença de Chagas) ou de causa desconhecida (idiopática).



Sintomas

O principal sintoma é a sensação de retenção do alimento na metade do peito. Pode apresentar-se subitamente, porém costuma começar de forma intermitente, não diariamente, e apenas com sólidos. Posteriormente a dificuldade apresenta-se também ao ingerir líquidos. Costuma acentuar-se com as emoções ou bebidas frias e tende e piorar com o passar do tempo. A regurgitação (retorno do alimento até a boca sem esforço de vômito) pode ser espontânea, quando o paciente se deita ou durante as refeições. Pode ser confundida com vômito porém, ao contrário deste, o conteúdo é de alimentos que não chegaram ao estômago e, portanto, não têm sabor ácido nem conteúdo biliar. Se o material regurgitado chega à via respiratória pode ocasionar tosse ou, até mesmo, pneumonias e outras complicações pulmonares. Outro sintoma típico é a dor torácica, geralmente como sensação opressiva no centro do peito, que irradia-se para a omoplata e, às vezes, ascendendo para a fúrcula esternal, mandíbula e até para os ouvidos. Pode acontecer durante a refeição ou fora dela. Finalmente, é frequente a perda de peso em quantidade variável, geralmente relacionada com a intensidade dos sintomas referidos.

Diagnósticos

A suspeita clínica é confirmada através de exames complementares:
- Radiologia: quando o problema ainda está no início, os estudos radiológicos contrastados demonstram apenas dificuldade de esvaziamento do esôfago, principalmente quando o paciente está deitado. Posteriormente, o esôfago vai dilatando e sua extremidade inferior se estreita, com um aspecto “em ponta de lápis”. É frequente ver alimentos retidos no esôfago. Nas fases avançadas o esôfago fica, além de dilatado, longo e tortuoso.
- Manometria: este exame consiste em medir as variações da pressão dentro do esôfago. Permite ver como ao deglutir não há impulsão adequada do alimento para o estômago (as deglutições não originam contrações peristálticas) e como o esfíncter inferior do esôfago não se relaxa adequadamente. Isto ocasiona um esvaziamento incompleto do esôfago.
- Endoscopia: não é imprescindível para o diagnóstico, mas sim para descartar tumores que imitem os sintomas da acalasia. Pode ser notada dilatação do corpo do esôfago e resistência à passagem do endoscópio para o estômago.
DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
Deve ser diferenciada de outros distúrbios do esôfago, motores ou não, de outras enfermidades sistêmicas (que afetam múltiplos órgãos) e até mesmo de tumores. Estas situações são mais prováveis nos pacientes de idade avançada, com uma história muito recente (menos de 1 ano de evolução) e com uma perda acentuada de peso em pouco tempo.

Tratamento

Não existe, até o momento, nenhum tipo de tratamento capaz de fazer a função do esôfago retornar à normalidade. Os tratamentos atuais são para reduzir a pressão no esfíncter inferior do esôfago para aliviar a disfagia, de preferência sem facilitar o refluxo gastroesofágico. O emprego de medicamentos relaxantes dos músculos lisos (antagonistas do cálcio, nitritos) só produzem alívio temporário e são utilizados apenas em situações específicas. A injeção intra esfincteriana de toxina botulínica por via endoscópica consegue resultados satisfatórios em 50% dos casos, mas seus efeitos são transitórios (menos de 1 ano), de forma a ser utilizada, também, para pacientes selecionados. Os dois tratamentos comumente aceitos são o endoscópico e o cirúrgico. Seu objetivo é reduzir a pressão do esfíncter inferior do esôfago para que o alimento passe para o estômago com maior facilidade, com resultados excelentes ou bons em 80% a 90% dos casos. A dilatação endoscópica é realizada através da dilatação de um balão ao nível da união do esôfago com o estômago, geralmente com o paciente sedado e sob controle radiológico ou endoscópico. As complicações são pouco frequentes (5%) mas podem ser graves. As mais importantes são a infecção respiratória por aspiração (passagem do conteúdo do esôfago para a via respiratória) e a rotura do esôfago (perfuração) pela insuflação do balão. Neste caso, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para fechar a perfuração. Na maioria das vezes, uma única dilatação é suficiente, porém, em alguns casos, pode ser necessário repetir o procedimento várias vezes. O tratamento cirúrgico se baseia no corte da camada circular do esôfago (miotomia), de extensão variável (5-10cm). Pode ser realizada por cirurgia tradicional ou por laparoscopia, que proporciona menos dor e um período de hospitalização mais curto. Pode não obter bons resultados por uma incisão insuficiente ou por cicatrização com fibrose. Com ambos os procedimentos terapêuticos existe a possibilidade de que o esfíncter fique demasiado aberto, facilitando refluxo do conteúdo gástrico. Aconselha-se revisões, tanto clínicas como manométricas, radiológicas e endoscópicas com uma periodicidade estabelecida. FONTE: Site da Federação Brasileira de Gastroenterologia

Experiências de vida sobre Acalasia

Quer compartilhar suas experiências?

Envie sua mensagem abaixo:

Ao clicar em continuar você concorda com os termos de utilização.

Termos de Utilização

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Saepe molestias tempora repudiandae nam, sequi. Fugiat sunt quasi facilis, asperiores sint aliquam, dolor impedit ex distinctio praesentium minima, aut explicabo nesciunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Optio pariatur nam voluptatibus tenetur dolore. Similique commodi minima quaerat voluptatum molestias, dolorem, accusantium dicta hic delectus nihil, voluptas doloremque molestiae qui.