Compreenda o Distúrbio de Déficit de Atenção e Hiperatividade (DDAH)

O que é DDAH?

É uma condição do cérebro que torna difícil para os pequenos controlarem seu comportamento. É um dos transtornos crônicos mais comuns da infância. Ele afeta de 4% a 12% de crianças em idade escolar. Cerca de 3 vezes mais meninos do que meninas são diagnosticados com a síndrome.

Este transtorno afeta o comportamento de formas específicas. O DDAH inclui três sintomas de comportamento: Desatenção, Hiperatividade e Impulsividade.

Veja os sintomas e os comportamentos observados

Falta de atenção

  • - Muitas vezes têm dificuldade em prestar atenção, devaneios e parece não ouvir;
  • - É facilmente distraída no estudo ou lazer;
  • - Muitas vezes, não parecem se importar com os detalhes e comete erros por descuido;
  • - Com frequência não segue instruções ou acaba as tarefas;
  • - É desorganizada;
  • - Frequentemente perde algo importante;
  • - Na maior parte das vezes se esquece dos acontecimentos;
  • - Com frequência evita fazer tarefas que exijam esforço mental e atenção constantes.

Hiperatividade

  • - Está em constante movimento, como se "impulsionada por um motor";
  • - Não pode ficar sentada;
  • - Frequentemente se contorce e se agita;
  • - Fala demais;
  • - Muitas vezes, corre, pula, sobe em cima de móveis, por exemplo, mesmo quando isso não é permitido;
  • - Não pode brincar ou jogar tranquilamente.

Impulsividade

  • - Constantemente age e fala sem pensar;
  • - Pode correr para atravessar a rua sem olhar primeiro para o tráfego;
  • - Com frequência tem dificuldade para esperar sua vez nos jogos;
  • - Muitas vezes responde antes da questão estar completa;
  • - Frequentemente interrompe os outros.

Tipos de DDAH

Nem todas as crianças com DDAH têm todos os sintomas. Elas podem ter um ou mais dos grupos de sintomas listados na tabela acima. As características de quem tem a síndrome, geralmente são classificadas como os seguintes tipos de Distúrbio de Déficit de Atenção e Hiperatividade:

Desatenção:

Antigamente era conhecido como distúrbio de déficit de atenção – DDA. As crianças com esta forma de DDAH não são muito ativas. Porém elas não perturbam a sala de aula ou outras atividades, os sintomas podem não ser notados. Entre as meninas com o distúrbio, essa forma é a mais comum.

Hiperatividade / Impulsividade:

As crianças com este tipo de DDAH mostram tanto o comportamento hiperativo e impulsivo, mas podem prestar atenção. Eles são o grupo menos comum e são mais recentes.

Desatenção / Hiperatividade / Impulsividade:

As crianças com este tipo de DDAH mostram uma série de sintomas em todas as três dimensões. É o tipo que a maioria das pessoas pensa quando se fala no distúrbio.

Como você pode dizer se seu filho tem DDAH?

Lembre-se, é normal para todas as crianças mostrar alguns desses sintomas ao longo do tempo. Elas podem usar o estresse como uma forma de reação na escola ou em casa, por estarem numa fase difícil da vida. Isso não significa que tenham o DDAH.

Às vezes um professor é o primeiro a perceber a desatenção, a hiperatividade ou impulsividade e trazer esses sintomas ao conhecimento dos pais.

Talvez as perguntas de seu pediatra levantem a questão. Em visitas de rotina, os médicos costumam levantar questões como: Como é o seu filho na escola? Há algum problema com o aprendizado que você ou os professores do seu filho tenham percebido? O seu filho está feliz na escola? Seu filho tem problemas para completar o trabalho de classe ou lição de casa? Você se preocupa com eventuais problemas de comportamento na escola, em casa, ou quando seu filho brinca com os amigos?

Suas respostas a estas perguntas podem levar a uma avaliação mais aprofundada para o DDAH. Se seu filho tem mostrado sintomas do transtorno de forma regular por mais de 6 meses, converse com o pediatra.

Tradução e adaptação: Dr José Luiz Setúbal (outubro de 2011)
Fonte: American Academy of Pediatrics (AAP) National Conference and Exhibition in Boston.


Leia mais assuntos interessantes em nosso Blog - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA