Crianças que Praticam Corrida Competindo – É Indicado?

Muitos pais acreditam que a prática da atividade física deve ser estimulada desde a infância. Contudo, é sempre bom estar atento a possíveis exageros aos quais as crianças podem ser submetidas. A Dra. Ana Paula responde dúvidas quanto às corridas para crianças.

1. É indicado que crianças pequenas de dois, três anos participem de corridas para crianças? Por quê?

Não é indicado que crianças dessa faixa etária pratiquem esportes a nível profissional, mas com caráter lúdico, educativo e social. Nessa idade, as crianças ainda não apresentam desenvolvimento físico ou emocional para encarar uma competição. O esporte seria mais uma brincadeira. Além disso, crianças de 2, 3 anos não tem coordenação motora, ainda em fase de desenvolvimento, e podem cair, se desequilibrar.

O problema do Ronaldo, por exemplo, conhecido como osteocondrite, é a sobrecarga comum no joelho ou no calcanhar, quando o tendão puxa a cartilagem que ainda está em fase de crescimento, pode começar a se desenvolver a partir daí.

2. Quais os possíveis danos ortopédicos que estas corridas para crianças podem provocar?

Essas crianças são pequenas demais para correr como um adulto. Felizmente elas se cansam e param. Mas não é indicado sobrecarregá-las para evitar lesões e/ou contusões ósseas, musculares ou nas articulações.

Esse tipo de treinamento só deve ser feito após a alfabetização, quando as crianças estiverem maiores e até entenderem o que está acontecendo ao seu redor. Sem contar que a sobrecarga pode virar a conhecida dor do crescimento, quando as crianças se queixam de dor, sem aparente inflamação no local ou até vermelhidão. Em geral, acontece à tarde e à noite: eles reclamam de dor.

3. Quais as orientações aos pais para evitar possíveis problemas?

Os pais precisam respeitar o tempo das crianças. Nesta faixa etária, o ideal é que corram durante as brincadeiras, façam caminhadas ao ar livre com os pais, enfim não devem competir. Muitas crianças caminham um pouco e às vezes se cansam, em alguns casos, essas paradas podem indicar problemas respiratórios. Por isso, é importante ficar atento ao comportamento dos pequenos e levá-los a consultas periódicas para avaliação.

4. Quais as recomendações para crianças que querem participar das corridas? (alongamentos, ser adepta de exercícios, treinar antes)

Como disse antes, esse tipo de treinamento, o de corrida, só deve acontecer a partir dos 10 anos, quando o desenvolvimento ósseo e emocional está mais amadurecido. Antes, porém, é interessante uma avaliação com um pediatra para evitar sobrecarregar o sistema cardiovascular, respiratório e músculo-esquelético. Neste caso, é importante a orientação de um profissional especializado para acompanhar os treinos, alimentação adequada, sessões de alongamentos antes e depois da prática, etc.

5. Quem não pratica atividade física pode participar destas corridas?

Correr não é algo que se inicia de um dia para outro, requer treinamento gradativo e acompanhamento profissional. Não indico esse tipo de competição para crianças pequenas, o evento dever ser encarado como brincadeira. Se a criança se cansar, se o clima estiver seco, se ela não quiser correr, temos de respeitá-las.

Dra. Ana Paula Simões – HIS

Corrida para crianças

Leia mais assuntos interessantes em nosso Blog - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA