Vitamina E



Vitamina E (tocoferol) é uma vitamina solúvel em gordura com propriedades antioxidantes, que protege as membranas celulares da oxidação e destruição.

A vitamina E é encontrada em uma variedade de alimentos, incluindo óleos, carne, ovos e vegetais folhosos. Devido a uma abundância de tocoferóis na dieta humana, a deficiência de vitamina E é rara, exceto em indivíduos com insuficiência pancreática ou outras condições que causam má absorção de gordura substancial, ou desnutrição protéico-energética. A deficiência de vitamina E também pode ser causada por defeitos genéticos raros que afetam o metabolismo de vitamina E ou de transporte.

Absorção de vitamina E na dieta requer função exócrina do pâncreas e uma eficaz absorção de gordura. Além disso, uma proteína específica (alfa-tocoferol proteína de transferência) é necessária para o transporte e uso eficaz.

Sinais e sintomas de deficiência de vitamina E incluem hemólise, doenças neuromusculares, ataxia e neuropatia periférica. Nenhuma síndrome de toxicidade aguda da vitamina E tem sido descrita. Em prematuros, altas doses de vitamina E foi associado com risco aumentado para sepse. Ingestão crônica de suplementos em excesso de 400 UI por dia foi associado com aumento do risco de hemorragia e mortalidade por qualquer causa. Sugerimos que os pacientes sem indicações especiais evitar tomar suplementos diários.
A suplementação de vitamina E está indicada para indivíduos com insuficiência pancreática grave ou doença hepática colestática podem ter deficiência de vitamina E, devido à má absorção de gordura.

A evidência atual não suporta um papel para a suplementação de vitamina E na prevenção ou tratamento de cânceres, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, demência e retinopatia da prematuridade. Fraca evidência sugere um possível papel em retardar a progressão da doença de Alzheimer, discinesia tardia, e degeneração macular. Em prematuros, a suplementação de vitamina E pode reduzir o risco de hemorragia periventricular, mas também aumenta o risco de sepse. Não há nenhuma evidência de que a suplementação de vitamina E melhora.




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA