Varíola



Doença viral, exclusiva de humanos, que se encontra erradicada no mundo desde outubro de 1977, quando foi registrado o último caso, na Somália. Porém, é importante manter uma vigilância sobre novos casos da doença, pela possibilidade de uso como arma biológica em atos terroristas.

Com uma taxa de mortalidade de 25% a 30% dos infectados não-imunizados, é considerada uma enfermidade grave. Em 1980, a vacinação foi interrompida, mas ainda é aplicada em trabalhadores de laboratório que manipulam o agente em pesquisas.

É uma doença sistêmica, que apresenta sintomas iniciais com duração média de dois a quatro dias, tais como febre alta, mal estar intenso, cefaléia, dores musculares, náuseas e prostração - em alguns casos podem ocorrer dores abdominais intensas e delírio.

Com a progressão da varíola, surgem lesões cutâneas (mácula, pápula, vesícula, pústula e formação de crostas) em surto único, que duram entre um e dois dias, com distribuição centrífuga, atingindo mais face e membros.

Observa-se o mesmo estágio evolutivo das lesões em uma determinada área.

Fonte: Ministério da Saúde




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA