Traumatismo Pediátrico



Freqüentemente as crianças vítimas de acidentes são atendidas em hospitais e prontos-socorros gerais preparados para o atendimento do adulto. e, por um lado, crianças de forma geral são mais bem atendidas em hospitais pediátricos, pouco destes possuem uma infraestrutura adequada para o atendimento complexo e multiprofissional de crianças vítimas de traumatismo.

No Brasil, como em muitos países, os acidentes (lesões não intencionais) são as principais causas de óbito em crianças com menos de 14 anos de idade. Hospitais que se propõem a atender crianças acidentadas devem contar com uma equipe multidisciplinar treinada para as necessidades específicas da criança.

A sofisticação dos equipamentos e a disponibilidade de pessoal determinarão o grau de complexidade e a gravidade do paciente que poderá ser aceito e posteriormente admitido para tratamento especializado.

Entretanto, todos os centros que atendem às crianças acidentadas devem dispor de condições e equipamentos mínimos para o atendimento básico para posterior transferência da criança para um centro mais adequado após a estabilização clínica. Isto inclui a presença de um cirurgião pediátrico ou cirurgião de traumatismo e, no mínimo, uma enfermeira que possua treinamento em ressuscitação de crianças. O equipamento essencial (sondas, drenos e cateteres) deve estar separado e guardado em uma área preestabelecida.

Autor: Dr. João Gilberto Macksoud Filho
Fonte: Baseado no texto do autor no livro:
Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.
Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA