Trauma de Bexiga e uretra



 Aproximadamente 86% das lesões vesicais ocorrem após trauma abdominal contuso secundário a acidentes automobilísticos, quedas ou batidas. As fraturas da pelve são encontradas em 89% dos pacientes com perfuração de bexiga. As outras causas restantes são devidas a complicações cirúrgicas ou violência externa. As lesões da uretra anterior acontecem freqüentemente por quedas “a cavaleiro” ou por cateterismo uretral prolongado ou cateterismo uretral traumático. Lesões da uretra posterior ocorrem comumente associadas a fraturas pélvicas.

Tratamento: Quando ocorre extravasamento uretral do contraste deve-se solicitar avaliação imediata do urologista. A drenagem supra-púbica temporária por punção ou com a realização de cistostomia é freqüentemente necessária.

Se há ruptura da bexiga deve-se identificar o local, pois as extra-peritoneais são tratadas somente com a sondagem, enquanto que as intra-peritoneais são passíveis de tratamento cirúrgico imediato.

Autor: Dr. Jovelino Quintino de Souza Leão
Fonte: Baseado no texto do autor no livro:
Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.
Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA