Queimadura Grave em Crianças



Queimaduras são lesões dos tecidos orgânicos em decorrência de traumatismo de origem térmica resultante da exposição a chamas, líquidos quentes, superfícies quentes, frio, substâncias químicas, radiação, atrito ou fricção.

CLASSIFICAÇÃO
– Profundidade da lesão.
– Extensão da lesão.
– Fases evolutivas.
– Etiologia.

PROFUNDIDADE
1o Grau: superficial, eritema, sem formação de flictenas. Com ou sem edema local. Presença de dor.
2o Grau: com destruição de toda a epiderme e de espessuras variáveis da derme. Presença de flictenas. Podem ser profundas ou superficiais. Presença de dor.
3o Grau: com destruição de toda a derme e eventualmente incluindo tecidos subjacentes. Em geral sem presença de dor pela destruição das terminações nervosas.

EXTENSÃO
A extensão da lesão é um dos dados importantes quanto à intervenção terapêutica a ser adotada e ao nível de gravidade do caso.

Fases evolutivas
1a fase: de prevenção;
2a fase: de agressão, inicial ou aguda;
3a fase: de reparação;
4a fase: de seqüelas.

Etiologia
– Queimaduras produzidas exclusivamente pelo calor:
• Substâncias aquecidas.
• Substâncias infl amáveis.
– Queimaduras produzidas por outras formas de energia:
• Elétrica
• Química.
• Mecânica.
• Radiação.
• Ultrassom.

Cuidados locais

– Lavagem com soro fisiológico, sem atrito e abundante quando há presença residual do agente.
– Remoção de corpos estranhos.
– Não utilizar nenhuma medicação tópica. Cobrir as áreas atingidas com compressas molhadas de soro fisiológico, até a chegada do especialista.

Autor: 
Dr. Antonio Luiz Pássaro
Dr. Tulio Cesar di Piero
Fonte: Baseado no texto do autor no livro:
Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.
Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier

Leia mais sobre queimaduras em:

Saiba o que fazer com queimaduras de crianças




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA