LEPTOSPIROSE



 

Doença aguda causada por bactérias patogênicas do gênero Leptospira, transmitida ao homem pelo contato direto ou indireto com a urina de animais infectados ( em geral ratos, ratazanas).

•Ocorrência no Brasil:

Em todos os meses do ano em todas as regiões do país com maior freqüência nos meses com maior índice de chuvas regionais e ocorrência de surtos, principalmente em centros urbanos

Áreas urbanas: aglomeração populacional de baixa renda, em condições inadequadas de saneamento e alta infestação de roedores infectados.

Áreas rurais: pouco conhecimento epidemiológico

É uma doença infecciosa febril de início abrupto, cujo espectro pode variar desde um processo inaparente até formas graves.

A leptospirose apresenta-se com início abrupto de febre, calafrios, mialgia e dor de cabeça em 75 a 100 por cento dos pacientes, após um período de incubação de dois a 26 dias (média 10 dias). De 25 a 35 por cento dos casos têm uma tosse não produtiva associada e cerca de 50 por cento sentem náuseas, vômitos e diarréia. Outros sintomas menos comuns incluem artralgias, dores ósseas, dores de garganta e dor abdominal e colecistite acalculosa pode ocorrer em crianças.

 Sua ocorrência está relacionada às precárias condições de infraestrutura sanitária e alta infestação de roedores infectados. As inundações propiciam a disseminação e a persistência do agente causal no ambiente, facilitando a ocorrência de surtos.




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA