Hidrocele



 

Caracteriza-se por aumento de volume escrotal sem acometimento da região inguinal. Geralmente tem início insidioso, mas pode caracterizar-se por instalação abrupta. 

O diagnóstico se faz com relativa facilidade por se apresentar como quadro indolor, com sensação palpatória cística e ao exame de transiluminação escrotal observa-se presença de líquido na bolsa.

A ultra-sonografia revela presença de líquido peri-testicular. As hidroceles que são presentes desde o nascimento sem característica de variação de volume, geralmente são não comunicantes, isto é, apresentam conduto peritônio vaginal obliterado, sem indicação cirúrgica, podem ser observadas até sua total reabsorção que ocorre por volta de 1 ano de idade.

 As hidroceles que surgem após o nascimento, com característica de variação de volume, geralmente são comunicantes, isto é, apresentam conduto peritônio-vaginal patente, sendo necessário a correção cirúrgica eletivamente.

 

 

Autores : Dra. Fernanda Ghilardi Leão e Dr. Jovelino Quintino de Souza Leão livro

Fonte: Baseado no texto do autor no:

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.

Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA