Farmacinha



Na minha atividade de pediatra quando chegavam as férias e os pais iam sair de São Paulo sempre vinham com a pergunta: “O que eu levo de remédios?”

Aqui daremos a idéia do que seria interessante ter, mas confirme com o pediatra as marcas e as doses. Caso queira montar um farmacinha básica para ter em casa, lembre-se de guardar as bulas e as datas de validade da medicação. Se alguém da família faz uso de medicação constante, coloque este item também.

Algumas ferramentas ou objetos são indispensáveis na montagem desta farmácia, um seria uma caixa onde você possa organizar tudo isto, muitas pessoas utilizam caixas de pesca ou de marcenaria, mas são grandes (mesmo as menores) para serem levadas em viagens. Termômetro é outro item essencial, alem de uma tesoura pequena para ajudar a cortar pacotes, curativos etc. Aparelho de inalação só se seu filho utiliza com freqüência. Neste item entra também seringas, colheres dosadoras, copinhos e conta gotas, tudo que pode facilitar a colocação da medicação na boca da criança.

Uma pinça pequena pode ser útil para retirar ferrões ou farpas e ajudar nos curativos. Uma luva descartável.
O item mais utilizado é sempre o antitérmico e analgésico, que para crianças deve ser em gotas ou líquido.

Medicação para enjôo ou vômitos é sempre bom ter em casa, pois estas coisas acontecem e podem ser motivo de chateação. Soro fisiológico que pode ser usado para lavar ferimentos e para uso nasal, embora para este fim seja melhor utilizar a preparação comercial (rinosoro, sorine, etc.) para este fim.

No capítulo curativo, é sempre bom poder contar com soluções antisépticas (líquido ou spray), poder solução de clorexidina, água oxigenada ou outras. Esparadrapo antialérgico, ou fita microporo e curativos adesivos (tipo band aid), gaze e atadura (1 rolo de cada).

Dependendo do destino pode ter loção repelente de insetos, protetores solares, gel para queimadura superficial ou solar e creme para picada de insetos.

Se for um praticante de esporte, não se esqueça de gel para dores musculares (tipo gelol).

Como se vê sua farmacinha pode facilmente virar uma farmaciona, converse com seu médico o que seria melhor para você.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA