Diabetes Tipo 2



Diretriz para controlar o diabetes tipo 2 em crianças

Ao longo das últimas três décadas, a prevalência na infância da obesidade tem aumentado dramaticamente no Mundo todo incluindo o Brasil. Com isto as doenças associadas (comorbidades) trazem uma série de problemas de saúde, entre elas o diabetes tipo 2, que antigamente afligia principalmente os adultos. 
Para ajudar os pediatras americanos a cuidar desta população, a Academia Americana de Pediatria emitiu um conjunto de diretrizes para fornecer recomendações baseadas em evidências sobre o gerenciamento de diabetes tipo 2 em crianças de 10-18 anos de idade.
Estas diretrizes são as primeiras de seu tipo para essa faixa etária e foram escritas em colaboração com a Associação Americana de Diabetes, a Sociedade Americana de Endocrinologia Pediátrica, a Academia Americana de Médicos de Família, e da Academia Americana de Nutrição e Dietética. 
As diretrizes foram publicadas na edição de fevereiro de 2013 de Pediatria e as principais orientações são:

  1.  As diretrizes recomendam começar o tratamento com insulina no momento do diagnóstico em todos os pacientes que estão em cetose ou cetoacidose diabética, marcadamente hiperglicêmico,
  2. Ou quando a distinção entre diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2 não é clara.
  3.  Em todos os outros casos, a metformina é recomendada como terapia de primeira linha, juntamente com um programa de modificação do estilo de vida, incluindo nutrição e atividade física.
  4. As orientações incluem recomendações para controle glicêmico de pacientes pediátricos, a implementação de esquemas de insulina e dieta e prática de atividade física.

Embora estas recomendações são das diversas Academias Americanas, acredito que sirvam de orientações para nós aqui no Brasil. Se seu filho é obeso ou tem diabete tipo 2, converse com seu pediatra.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal
Fonte: “Set of guidelines to provide evidence-based recommendations on managing type 2 diabetes in children ages 10 to 18” revista Pediatrics – fev- 2013




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA