Dentição do bebê



Os dentes de leite ou decíduos começam a “nascer” por volta do sexto mês de vida, iniciando, geralmente, pelos incisivos inferiores. Seguem a seqüência de erupção, os incisivos centrais e laterais superiores com um intervalo aproximado de dois meses.

Em torno dos 15 meses de vida saem os primeiros molares superiores a seguir os inferiores, depois os caninos e aos 18 meses os segundos molares inferiores seguidos pelos segundos molares superiores, aos 24 meses.

No final desta fase a dentição decídua estará completa e as crianças terão 20 dentes na boca, isto é, oito incisivos, quatro caninos e oito molares (Figura 1).


A erupção dentaria e um processo fisiológico normal, que pode ter variações individuais ou familiares, ambientais e emocionais.
Algumas crianças podem apresentar alguns sintomas locais ou sistêmicos durante a erupção de dentes decíduos, embora rejeitados por médicos, existem alguns fatores que são observados pelos pais, tais como:

  1.  Sialorréia (salivação ou babação),
  2.  Diarréia,
  3. Sonolência ou agitação, irritabilidade (criança fica chorosa),
  4. Erupções cutâneas,
  5. Febre baixa
  6. Inapetência (falta de apetite).

Os sintomas apresentados durante a fase de erupção dos dentes de leite não podem ser unicamente atribuídos a esse processo; além do que são transitórios e não comprometem o estado de saúde geral da criança por longo prazo.

Tag: dentição, dente de leite, dentição decídua




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA