Cuidados com a Imobilização



Depois de um trauma ou uma torção podemos ter que utilizar uma imobilização. Em especial nos casos em que o trauma resulta em uma fratura. É muito importante contar com a sua colaboração na manutenção da imobilização até o final do tratamento.  
GESSO serve para manter a posição do local afetado em repouso ou na posição de redução. O gesso imobiliza uma articulação acima e outra abaixo da área a ser tratada.

CUIDADOS NECESSÁRIOS:

  1. Nas primeiras horas: observar a perfusão periférica e a mobilidade dos dedos, especialmente após reduções de fraturas.
  2. Elevar a extremidade imobilizada acima do nível do coração ajuda a melhorar o edema e alivia a dor. Caso não haja melhora da dor ou alterações da sensibilidade pode ser necessário fender o gesso.Procure o médico.
  3. Orientar a família e a criança como proteger o gesso, não quebrá-lo ou deixá-lo molhado. Quando úmido ou molhado perde a capacidade de manter a extremidade na posição adequada e, portanto pode necessitar ser trocado.
  4. Também orientar a criança a não coçar a pele dentro de gesso com objetos pontiagudos, pois podem machucar a pele; e não deixar que coloquem objetos pequenos dentro do gesso por brincadeira.

Autor: Dra. Patrícia Moraes de Barros Fucs
Fonte: Baseado no texto do autor no livro: Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.
Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier

Leia mais sobre outros cuidados em:

Administre o tempo dos pequenos diante da televisão
Diretrizes para o uso da cama elástica
A ansiedade de separação infantil
Você sabe o que é Sexting?
Os distúrbios do sono na infância
Pagando mico na pediatra
Atente-se à aplicação do filtro solar
O consumo de álcool na gravidez
A inclusão de jovens com necessidades especiais
O termômetro ideal para medir a febre
O ato de compreender os irmãos gêmeos
A participação dos pais nos cuidados do bebê na UTI
Cães e gatos são benéficos à saúde da criança
Dicas para melhorar a alimentação dos seus filhos
Precauções antes das viagens
Cama de viúvo para um bebê que cresceu?
Mamadeiras, chupetas e copinhos são realmente seguros?
Pilhas e baterias podem ser perigosas
Evite mordidas de cachorro
Como acalmar crianças durante e depois da vacinação
Desfraldando e aprendendo
Compreenda o apetite de seu filho
Cadeirinha para automóvel: eis a questão!
Como combater a assadura dos bebês?
Andador de bebê: uma escolha arriscada
Pediatra dá dicas sobre momento ideal para dar adeus às fraldas
Chupeta: questões práticas
Troca de fralda também exige instruções e muito cuidado!




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA