Conjuntivites Bacterianas



 

Quadro clínico

-                   Presença de secreção purulenta ou mucopurulenta, podendo ser uni ou bilaterais.

-                   Presença de papilas conjuntivais como achado principal (papilas são dobras ou projeções de epitélio hipertrófico, com forma poligonal e centro fibrovascular, encontradas apenas onde a conjuntiva está aderida aos tecidos subjacentes por septos fibrosos, ou seja, na conjuntiva tarsal ou palpebral e na conjuntiva limbar, ao redor da córnea). Seu vaso central arboriza-se ao atingir a superfície.

-                   Geralmente agudas (duas semanas de evolução), mas podem tornar-se crônicas, sem tratamento adequado.

-                   Transmissão por contato direto com objetos de uso comum, toalhas, fronhas de travesseiros.

 

Tratamento

-                   Higiene rigorosa e limpeza das secreções conjuntivais com soro fisiológico e preferencialmente gaze

-                    Antibióticos tópicos:

 

Autor: Dr. Arthur Ferreira Soares

Fonte: Baseado no texto do autor no:

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.

Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA