Antraz ou carbúnculo



Doença infecciosa mais comumente encontrada em regiões agrícolas. O antraz ataca a pele sob formas de lesões bolhosas e furúnculos. Essa infecção cutânea não é especialmente perigosa, mas a bactéria Bacillus anthracis pode formar esporos capazes de sobreviver quando são triturados, desidratados, enterrados ou borrifados e tornam-se ativos quando inalados ou digeridos.

Os sintomas variam conforme a forma de contaminação:

-Cutânea: Em contato com a pele, o antraz forma uma lesão que evolui do estado de uma pequena irritação, como se fosse uma picada de mosquito, para bolhas purulentas que evoluem para uma cicatriz negra profunda. É a forma mais freqüente, mas também a mais fácil de tratar.

-Inalatória: A princípio se assemelha a um resfriado comum, mas logo apresenta problemas graves de respiração. A segunda fase se manifesta de maneira repentina com aumento da febre, dificuldade para respirar e parada cardíaca.

-Intestinal: É caracterizada por uma inflamação intestinal aguda. Os sintomas são náuseas, vômito sanguinolento, perda de apetite. Seguem febre, dores abdominais e forte diarréia. É fatal em 50% dos casos.

O antraz é tratado com antibióticos. No entanto, para que o tratamento seja eficaz, faz-se necessário que o diagnóstico da doença seja realizado até 60 dias após a exposição à bactéria. É recomendado o acompanhamento dos pacientes em regime ambulatorial até sua completa recuperação.

 

Fonte: Ministério da Saúde




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA