Abelhas



Abelhas são insetos da ordem Hymenoptera, assim como as vespas e as formigas. Algumas espécies são conhecidas por produzirem o mel e viverem em colônias ditas eussociais, com uma organização hierárquica com uma rainha fértil, alguns machos férteis (zangões) e milhares de operárias fêmeas (inférteis).

Estas são as características da maioria das abelhas produtoras de mel, embora a grande maioria não o sejam, vivendo até mesmo como animais solitários. Abelhas vivem em todos os continentes, exceto o Antártico e são componentes importantes de diversos ecossistemas, desempenhando o papel de polinizadoras.

As abelhas possuem um aparato na porção final do seu abdômen capaz de inocular veneno em suas vítimas. Este é composto por um ferrão e um saco de veneno. Uma vez picado, o aparato se separa do corpo da abelha (autotomia), que morre logo em seguida, e, por possuir musculatura e gânglios próprios, continua injetando veneno. Nem todas as abelhas são capazes de injetar a peçonha.

As manifestações clínicas podem ser de naturezas tóxicas e alérgicas. As reações tóxicas locais decorrentes da picada de abelhas estão associadas à dor, edema e eritema. Em casos de múltiplas picadas, podem ocorrer manifestações sistêmicas, devido à grande quantidade de veneno inoculada. Nesse caso, os sintomas são prudido, rubor, calor generalizado, pápulas, placas urticariformes, hipotensão, taquicardia, cefaléia, náuseas e/ou vômitos, cólicas abdominais e broncoespasmos. Em casos mais graves pode ocorrer choque, insuficiência respiratória aguda, rabdomiólise e insuficiência renal aguda. Não realizar procedimentos caseiros e procurar, imediatamente, o serviço de saúde local para encaminhamento à Unidade de Atendimento de Acidentes por Animais Peçonhentos do município ou do estado.

A remoção dos ferrões pode ser feita raspando-se com lâminas, evitando-se retirá-los com pinças, pois estas podem provocar a compressão dos reservatórios de veneno, o que resulta na inoculação do veneno ainda existente no ferrão. Após 2 minutos do acidente, todo o veneno presente na glândula já foi inoculado, sendo irrelevante a forma como o ferrão é retirado da vítima.

Caso o acidente tenha sido causado por múltiplas picadas, levar o acidentado o mais brevemente possível para um serviço médico. Se possível remover os ferrões que ficaram presos à pele e usar compressas de água fria para aliviar a dor.

Não há soroterapia para o caso de acidentes por abelhas e o tratamento é sintomático.

O risco de acidente pode ser reduzido seguindo-se recomendações simples. Tanto abelhas como marimbondos são atraídos por sons, odores e cores, portanto:

• Sons de motores (jardinagem, barcos), exercem extrema irritação em abelhas.
• Cores berrantes em geral, e odores, exercem alta atração sobre esses animais.

As retiradas de colméias devem ser feitas preferencialmente à noite ou ao entardecer, quando os insetos estão calmos, com roupa protetora e, principalmente, por profissional competente; evitar caminhar e correr na rota de vôo percorrida pelas vespas e abelhas.




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA