Meningites e Encefalites



 

Processo inflamatório das meninges, membranas que recobrem o sistema nervoso central – meningite –, se presente acometimento encefálico concomitante – meningoencefalite.

Podendo ter várias origens:

1)            Viral – Em torno de 85% dos casos são por Enterovírus (enterovírus, poliovírus, echovírus, coxsackie A e B). Outros: herpes vírus, varicela-zoster, EBV, CMV, arbovírus, vírus do sarampo, da caxumba

2)            BacterianaNeisseria meningitidis (meningococo), Haemophilus influenzae e Streptococcus pneumoniae (pneumococo) principalmente.

3)            TuberculosaMycobacterium tuberculosis (bacilo álcool-ácido resistente)

4)            OutrasCryptococcus neoformans, Candidas, Toxoplasma gondii, etc

 

O diagnóstico se faz pelo exame clínico e pelos sintomas de meningite / meningoencefalite

1)            Síndrome infecciosa – Febre ou hipotermia, anorexia, apatia, toxemia

2)            Síndrome de irritação meníngea (pescoço “duro”)

3)            Síndrome de hipertensão intracraniana – cefaléia, vômitos em jato,  abaulamento de fontanela (moleira).

4)            Síndrome encefalítica – sonolência, agitação, torpor, delírio, coma.

5)            Petéquias ou sufusões hemorrágicas (pequenas manchas hemorrágicas).

6)            Laboratorial :

§      Líquor

§     Identificação do agenteBacterioscopia e cultura (sangue e líquor, principalmente); e sorologias

Na suspeita de meningite bacteriana , instituir o tratamento antibiótico assim que possível, preferencialmente após as coletas de líquor e sangue para culturas.  Na meningite viral, o tratamento é essencialmente de suporte – antitérmicos, antieméticos, hidratação. Tratamento específico está indicado para a meningoencefalite herpética – com aciclovir endovenoso (30mg/kg/d, 8/8hs) por 14 a 21d.

Está indicado o isolamento do paciente nas primeiras 24hs de tratamento antibiótico adequado.

Está indicada para os contactantes íntimos ou profissionais de saúde que tiveram contato com secreções respiratórias do paciente (como durante entubação) com meningite meningocócica ou por Haemophilus tipo b, uma profilaxia com antibióticos, além de ser obrigatório o aviso das autoridades sanitárias.

 

Autores:

Dra. Adriana Melo de Faria

Dr. Marcelo Genofre Vallada

Fonte: Baseado no texto do autor no livro:

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria.

Hospital Infantil Sabará – Ed. Sarvier




Veja mais textos e informações úteis em nosso Blog sobre a saúde infantil - http://saudeinfantil.blog.br/

TOPO DA PÁGINA