Sabará registra aumento de casos de gripe em outubro

Em outubro, o Sabará Hospital Infantil registrou 164 coletas de teste rápido para Influenza A e B, sendo 64 positivos. Isso representa um aumento de quase 500% nos casos positivos em relação à mesma época do ano anterior, em que foram feitas 35 coletas, com 11 resultados positivos (outubro de 2016).

Na região Sudeste, o pico dos casos da Influenza se dá, normalmente, entre os meses de maio e julho, o que torna estes casos do último mês atípicos. Os números começaram a subir para um patamar mais elevado do que o normal em setembro, quando tivemos 25 resultados positivos. Em maio de 2017, no pico de doenças respiratórias, tivemos 13 casos positivos para Influenza e, em junho, 12.

 

Proteção

A vacina contra a gripe pode ser tomada por qualquer pessoa na rede particular. Na rede pública, está disponível para gestantes, mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias, crianças de 6 meses a 5 anos, indivíduos com mais de 60 anos, aqueles que possuem alguma doença crônica, população indígena, professores da rede pública e privada, trabalhadores do sistema prisional, presos e adolescentes que estão sob medidas socioeducativas. Nesses casos, a vacina pode ser tomada em qualquer época do ano.

A vacina vigente é a de 2017, que está disponível desde abril. Quem tomar a vacina agora deverá ser imunizado novamente em 2018, quando iniciar a nova campanha.

Outras medidas de prevenção contra a gripe são: lavar bem as mãos com água e sabão e com frequência; evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies e cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar.

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 14/11/2017