Choosing Wisely: você sabe o que é isso?

Choosing Wisely® é uma iniciativa da American Board of Internal Medicine Foundation (ABIM Foundation) para estimular profissionais de saúde e pacientes a conversarem sobre o uso correto e no momento adequado, de exames diagnósticos e intervenções em saúde – evitando procedimentos desnecessários ou que podem levar a dano. A ideia é avaliar o que é necessário ou não para proporcionar um cuidado mais seguro e eficaz.

A iniciativa também pretende encorajar os pacientes e familiares a questionarem os profissionais e a si mesmos, sobre a necessidade, riscos e alternativas de determinada conduta, a fim de que estejam informados para escolher tratamentos que tenham evidência científica, que não sejam duplicados em relação a outros exames ou procedimentos já realizados, que não causem danos e que sejam realmente necessários.

Segundo a iniciativa, as cinco perguntas que você precisa fazer ao médico antes de um procedimento, exame ou tratamento são:

  1. Eu realmente preciso deste procedimento ou exame?
  2. Quais são os riscos?
  3. Há opções mais simples e seguras?
  4. O que acontece se eu não fizer nada?
  5. Quanto custa?

Uma das ideias do movimento é que, com as informações nas mãos, os pacientes e familiares são empoderados para tomar as melhores decisões.

 

Você sabia?

Entre as recomendações feitas em parceria entre o Choosing Wisely e a Academia Americana de Pediatria, estão:

– Antibióticos não devem ser usados em casos de doenças respiratórias aparentemente virais (sinusite, faringite, bronquite);

– Tomografias computadorizadas não são necessárias na avaliação de crianças com traumas leves na cabeça;

– Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada não são necessárias em casos de convulsões febris isoladas;

– Tomografia Computadorizada não é necessária em avaliação de rotina para dor abdominal.

 

Leia também: 11 perguntas para fazer antes de escolher um hospital

 

Como cada paciente é único, médicos e pacientes devem usar as recomendações como guias para determinar juntos o tratamento mais adequado.

Saiba mais sobre o Choosing Wisely:

http://www.choosingwisely.org/

https://proqualis.net/choosing-wisely-brasil

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 19/1/2018